Salah: O Rei do Egito #2LNACOPA

Mohamed Salah definitivamente pode ser considerado um herói de uma geração. O atacante foi responsável pelo gol de pênalti, aos 50 minutos do segundo tempo na vitória por 2 a 1 sobre o Congo que colocou o Egito de volta à uma Copa do Mundo após 28 anos.

Mas não foram as atuações com a camisa da seleção, sozinhas, que transformaram Salah em uma espécie de ícone no Egito. O camisa 10 tem dado ótimos exemplos de cidadania e lealdade à sua terra natal. O jogador nunca deixou suas origens de lado.

Salah faz doações frequentes a hospitais, centros de reabilitação, escolas e casas religiosas de Nagrig. Ele fundou um instituto de caridade na comunidade de Basyoun que ajuda moradores de extrema pobreza. A escola onde ele estudou foi rebatizada e recebeu o nome de “Mohamed Salah Industrial High School”.

O pequeno Faraó teve um caminho marcado por muitos obstáculos para se tornar jogador de futebol. Salah assinou seu primeiro contrato, aos 14 anos, no Al Mokawloon. O centro de treinamento do clube, localizado na capital Cairo, ficava a quatro horas e meia de viagem de Nagrig, sua cidade-natal. Portanto, ele viajava por nove horas, cinco dias na semana, para ir e voltar dos treinos.

Salah se transferiu para o Basel em 2011, após se destacar em um amistoso da seleção sub-23 do Egito contra o clube suiço. Pela equipe, atuou por uma temporada e marcou 20 gols em 79 partidas. O sucesso do egípicio chamou a atenção do Chelsea, que contratou o pequeno Faraó na temporada seguinte.

Pelo clube londrino, o jogador não chamou a atenção do até então treinador José Mourinho. Salah não teve muitas oportunidades e foi deixado de lado. O camisa 10 do Egito foi usado como moeda de troca com a Fiorentina, na negociação que levou Juan Cuadrado aos Blues.

Na Viola, o egípicio voltou a se destacar. Salah disputou 26 partidas e marcou 9 gols. O jogador foi importante na campanha da Fiorentina, que terminou na quarta colocação do Campeonato Italiano. Depois, Salah foi à Roma. Pela equipe romanista, mais 34 gols.

Anos depois, o jogador retornou para a Inglaterra. Desta vez, pelo Liverpool. Pelos Reds, o atacante tem 43 partidas e 38 gols. Sensação da temporada, Salah marcou 32 gols na Premier League e foi o grande jogador do torneio.

Pelo Egito, o craque já atuou em 58 jogos, marcando 35 tentos. Agora, toda nação egípicia deposita confiança no Rei do Egito para a Copa do Mundo de 2018.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.