Rotina: Flu não é o único a adotar estratégia defensiva contra Grêmio. Tricolor Gaúcho precisa mudar?

O Fluminense, de Abel Braga, foi ao Rio Grande do Sul na noite da última quarta-feira (30) enfrentar o Grêmio, de Renato Gaúcho, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem três titulares e encarando o atual campeão da Libertadores da América, Abel Braga não teve dúvidas em traçar uma estratégia defensiva para a partida. E, deu certo. O Tricolor das Laranjeiras saiu de Porto Alegre com um empate. Saboroso para a equipe de Abel, mas, amargo para Renato Gaúcho. O Grêmio segue com a “sina do 0 a 0”. Precisa mudar? 

Antes de mais nada, é válido analisarmos a estratégia que o Flu adotou para a partida. Abel mandou a campo Nathan Ribeiro e Dodi, formando uma espécie de 5-4-1, com duas linhas de cinco sem a bola, e, ofensivamente, contando com Pedro – que sairia lesionado no segundo tempo – isolado. Com os alas Marlon e Gilberto recuados, formava uma linha defensiva  dificultando infiltrações do Grêmio, que, por muitas vezes, teve como opção de finalização somente o chute de fora da área. Quando penetrou à área adversária, desperdiçou boas chances com Éverton. Ponto para o esquema tático e estratégia de Abel. Que, mais uma vez mudou. E deu certo, como aconteceu diante do Atlético Paranaense.

Falando de Grêmio, a equipe campeã da América tem uma forma singular de jogar, principalmente dentro da Arena. Entretanto, o estilo de jogo adotado por Renato Gaúcho já parece ter sido entendido pelos técnicos adversários, que, assim, montam estratégias defensivas para frear o ataque envolvente do Imortal. O Grêmio roda a bola de pé em pé e tenta envolver um adversário, que quando joga compacto, com todos os seus atletas atrás da linha de meio campo, formando uma linha defensiva protegendo sua área, causa dificuldades ao Tricolor.

As características adversárias retratadas podem ser facilmente relacionadas ao jogo de ontem. Entretanto, tal estratégia adotada não é exclusividade do Fluminense. O Grêmio vive uma sina de empates, principalmente dentro de casa. “Não estou me preocupando nem um pouco. Pelo contrário, dei os parabéns para a nossa equipe. Estaria preocupado se nosso time estivesse jogando mal e não estivesse criando”, declarou Renato Gaúcho, Mas, os números mostram o contrário. Talvez, seja a hora de se preocupar.

 

Fluminense x Grêmio 30/05/2018
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Antes do empate entre os tricolores, o Grêmio já havia lamentado dois empates sem gols dentro da Arena. Logo na 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor esbarrou no Atlético Paranaense. Pouco depois, na 5ª rodada, não conseguiu furar o bloqueio defensivo de seu maior rival, o Inter. A campanha como visitante é melhor que dentro de seus domínios. A única vitória gremista ao lado de sua torcida foi contra o Santos, por 5 a 1. Fora da curva. Dos oito gols no Brasileirão, cinco somente nessa partida, provando assim, ademais, a dificuldade gremista de marcar. Isso tudo sem contar o empate, também sem gols, diante do Paraná, lanterna da competição, no Durival Britto.

Contra o Fluminense, o Grêmio teve lá suas chances. Possuiu 65% de posse de bola e finalizou 21 vezes. O Tricolor Gaúcho criou, é verdade, mas foi ineficiente em em achar espaços contra um rival disposto a jogar sem a bola, em um 5-4-1 compacto. Após a partida, Luan desabafou e declarou que “eles comemoraram como se fosse título o empate. Mostra a força e o respeito que têm pela gente” .  O discurso do jogador foi endossado por Renato Gaúcho, reiterando que”eles não estão preparados para enfrentar o Grêmio de igual para igual”. Será? O Grêmio está no “bolo” e não perdeu no mês de maio, é verdade. Mas, estaciona na 8ª colocação, com 13 pontos ganhos. Talvez, pouco para o que a equipe mostrou ser capaz ao conquistar a Libertadores da América. Não seria a hora de reformular sua forma de jogar? Os rotineiros empates apontam para uma provável resposta positiva.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.