Roger elogia vitória no Choque-Rei e afasta pressão: “Não me sentia pressionado”

Foto em destaque: Reprodução/Palmeiras

O Palmeiras segue mantendo um excelente retrospecto contra o São Paulo em sua nova Arena. Dessa vez, o Alviverde venceu de virada o tricolor por 3 a 1 (Willian 2x e Dudu/ Marcos Guilherme) pela nona rodada do Campeonato Brasileiro e saltou para a 5ª colocação na tabela de classificação, com 14 pontos conquistados. Este foi o sétimo confronto entre as equipes no Allianz Parque, com sete vitórias do Palmeiras (21 gols feitos), o São Paulo nunca venceu no estádio e só marcou quatro gols.

Com a vitória, o Palmeiras quebra a sequência de duas derrotas (Sport e Cruzeiro) e alivia a situação do técnico Roger Machado, que vinha sofrendo pressão de parte da torcida alviverde.

O técnico ao final da partida analisou, em coletiva de impressa, que o resultado de 3 a 1 foi uma “vitória ótima” :

É uma vitória ótima. Uma virada depois de um primeiro tempo equilibrado, na minha opinião pendendo um pouquinho para o nosso lado. O gol foi de um problema defensivo. Desequilibramos um pouquinho, passamos a prestar a atenção na arbitragem. As intervenções no intervalo foram para que a gente continuasse indignado para buscar o empate e a virada, mas focados no jogo”

Roger comentou que ao retomar o controle emocional o time conseguiu construir o resultado e isso fez com que o Palmeiras saísse com a vitória, ressaltando seu poder de reação. Segundo o treinador, ele não se sentia pressionado no cargo palmeirense mesmo vindo de duas derrotas seguidas:

“Com o gol logo cedo, retomamos o controle emocional do jogo e conseguimos construir uma bela vitória. Eu não me sentia pressionado. Pode ser que o ambiente externo estivesse me pressionando depois de longos dois jogos sem vencer. É importante vencer novamente e subir muitas posições na tabela. Mostramos poder de reação, quem entrou foi bem e ajudou”.

O treinador finalizou a coletiva falando sobre as entradas de Moisés (titular) e de Hyoran (entrando durante a partida) no time:

“A opção pelo Moisés na vaga do Lucas foi para ter um meio mais pesado, com imposição física, bola aérea. Arrastando muitas vezes os volantes para as beiradas, ele criou espaço para que o Willian recebesse a bola, para as passagens do Bruno. Penso que isso aconteceu no primeiro tempo. O Hyoran tem entrado muito bem. Tem o um contra um, mas também flutua às costas dos volantes. Foi um belo jogo do Hyoran e do Moisés”.

O Palmeiras de Roger Machado, terá pela frente o Grêmio fora de casa, na próxima quarta (06) ás 21h45, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.