Em momentos diferentes, América e Atlético duelam pelo Brasileirão

Foto: Bruno Cantini

América e Atlético fazem o clássico mineiro da rodada pelo Campeonato Brasileiro na Arena Independência. Com ambos os times com 14 pontos na tabela, o clássico é fundamental para as pretensões das equipes na competições. O América vem fazendo uma grande campanha dentro de casa e terá a maior parte da torcida no estádio. Como a equipe é a mandante, a diretoria americana optou por ceder apenas 10% da carga de ingressos para a torcida do Galo.

Enquanto o América faz um começo digno na série A, o Atlético vive um momento bastante conturbado. Com protestos realizados ao longo da semana na sede de Lourdes, a equipe do técnico Thiago Larghi saiu da liderança da competição para o 10º lugar em questão de poucas rodadas, o que revoltou parte da torcida. A saída do venezuelano Romulo Otero e possíveis negociações que envolvem o nome de Róger Guedes (artilheiro do Campeonato Brasileiro) e Cazares, preocupam a torcida atleticana, que exige por contratações para reposição e composição do elenco.

Até a noite desta quarta-feira, cerca de 5000 ingressos haviam sendo vendidos para o confronto, sendo que 3500 foram comprados pela torcida do América e 1500 para a torcida do Atlético.

América

A vitória sobre o Atlético-PR no último fim de semana quebrou a sequência de duas derrotas do América na competição e fez a equipe do técnico Enderson Moreira sonhar com uma campanha melhor do que apenas a permanência na Série A da próxima temporada. Uma vitória sobre o rival Atlético pode levar o Coelho para a zona de classificação para a próxima Libertadores.

Para o jogo contra o Galo, o América não vai poder contar com o lateral-esquerdo Carlinhos, que teve uma luxação no ombro na última partida e com o atacante Rafael Moura, que teve uma entorse pélvica. Os jogadores Giovanni e Judivan podem ser opções para o confronto de logo mais. Apesar dos desfalques, o América pode contar com o retorno de Leandro Donizete que se recuperou de lesão e do atacante Luan, que cumpriu suspensão na ultima rodada.

O técnico Enderson Moreira comentou sobre a alternância de atletas em diversas posições e que a concorrência para uma vaga no time titular do América é grande. “São opções que estamos sempre tentando desenvolver. Os extremos hoje são os jogadores mais requisitados fisicamente, porque, além de ter a capacidade de atacar, eles também precisam defender, recompor, funcionar até como uma espécie de terceiro volante. Então, certamente é a posição em que mais vezes mexeremos no ano. É um setor onde a exigência é enorme, então os atletas, em determinado momento, podem não conseguir fazer uma sequência de cinco, seis jogos em um curto período. Portanto, dentro da minha concepção, é previsível que possa ocorrer uma alternância grande nessa posição”, comentou Enderson.

Atlético

O empate diante da Chapecoense na última rodada irritou bastante o técnico Thiago Larghi, já que o Atlético cedeu o empate para a equipe catarinense por duas vezes e jogando com um jogador a mais. As falhas defensivas fez o técnico atleticano fazer algumas mudanças no setor defensivo do time. Para o confronto de logo mais, o lateral-direito Patric e o zagueiro Leonardo Silva voltam ao time titular nas vagas de Emerson e Bremer respectivamente. Além deles, o volante Adilson volta a equipe após cumprir suspensão na última rodada e deve entrar no lugar de Elias. O desfalque fica por conta de Fábio Santos que está suspenso e vai ceder sua vaga para o zagueiro Juninho, que vai fazer sua estréia pelo clube.
Enquanto a defesa passa por ajustes e mudanças, o ataque é a esperança para vencer o clássico. Os números o colocam como o quarto melhor do Brasileiro, com 14 gols. O setor conta com os inspirados Róger Guedes (6 gols) e Ricardo Oliveira (4 gols).
O volante Gustavo Blanco que vai reencontrar o América, afirmou que a equipe vêm entrando em campo sem alegria de jogar futebol e que os jogadores devem recuperar esse espirito que já colocou o Galo na liderança do Campeonato Brasileiro.
“Não adianta carregar esse peso, pois a gente vai para o jogo sem confiança, sem alegria. Não pode. Obviamente a gente tem que saber da responsabilidade que é vestir esta camisa. Mas a gente não pode perder a alegria de jogar, a confiança de jogar. Pois só assim a gente vai poder reverter esse momento”, disse Blanco.
AMÉRICA x ATLÉTICO

América
Jori; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Leandro Donizete (Juninho) e Christian; Aylon, Serginho e Luan; Judivan
Técnico: Enderson Moreira

Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Juninho; Adilson, Gustavo Blanco, Luan e Cazares; Róger Guedes e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: quinta-feira, 7 de junho, às 21h

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Neuza Ines Back (Fifa-SC)

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.