Brasil deslancha no segundo tempo e goleia Áustria em último amistoso pré-Copa

No último teste antes da estreia na Copa do Mundo, a Seleção Brasileira bateu a Áustria por 3 a 0 em Viena na manhã deste domingo. O amistoso seria uma preparação para as seleções da Suíça e Sérvia que utilizam o artifício de cinco defensores assim como a Áustria. Fora do mundial, os austríacos vinham invictos há 11 partidas (8V e 3E), incluindo uma vitória contra a Alemanha. Entretanto, a partida se desenrolou com o domínio brasileiro durante os 90 minutos, não oferecendo oportunidades para o adversário surpreender.

Quarteto ofensivo brasileiro supera quinteto austríaco

A primeira etapa começou como esperado, com a Áustria inteira atrás da linha de meio de campo. A formação de cinco defensores inicialmente imobilizou o quarteto ofensivo brasileiro. Para sair da forte marcação, foi necessário haver paciência por parte dos jogadores. Ao longo da partida, a qualidade com a bola nos pés se mostrou superior ao bloqueio austríaco. Com o total domínio da posse de bola e bom ímpeto ofensivo, as oportunidades para a Seleção só aumentaram.

Bem postado e por ter a bola em boa parte do tempo, o Brasil não sofreu defensivamente e Alisson pouco teve trabalho. No ataque, as variações de jogadas para furar a defesa adversária seguiam sendo bem trabalhadas, como na ótima infiltração de Casemiro pelo meio para soltar um torpedo em direção à rede do lado de fora. Aos 35 minutos, após chute de Marcelo ser desviado em Dragovic, a bola sobrou para Gabriel Jesus em posição duvidosa. O atacante não perdoou e abriu o placar em Viena.

WhatsApp Image 2018-06-10 at 13.18.48
A posse de bola foi o grande trunfo para a Seleção Brasileira não permitir que os austríacos surpreendessem. Foto: Whoscored

Sem tirar o pé

Com o controle total do jogo, o ritmo do Brasil na volta do intervalo poderia diminuir pela insegurança dos atletas uma semana antes da estreia da Copa do Mundo. Entretanto, não foi o que aconteceu. Aproveitando os espaços deixados pelos austríacos que se lançaram ao ataque, agora sem a linha de cinco defensiva após as alterações, a seleção canarinha não precisou de muito esforço. Em lindo passe de William para Neymar, o craque do Paris Saint-Germain deixou o marcador no chão para fazer uma pintura aos 18 minutos. Com isso, igualou-se a Romário como o terceiro maior artilheiro com a camisa verde e amarela.

neymar
Foto: Divulgação/CBF

Quando perdia a bola, a equipe de Tite recuperava rapidamente e não deixava os donos da casa respirar. Assim, impedia qualquer chance dos comandados de Franco Foda oferecer perigo, além de criar contra-ataques. Logo surgiu o terceiro gol, quando Marcelo roubou a bola e passou para Philippe Coutinho, que fez uma bela tabela com Firmino para ficar cara a cara com o goleiro e chutar colocado para tirar qualquer chances de defesa. No restante do jogo, ainda houveram tentativas para ampliar o placar, mas no final permaneceu 3 a 0.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.