Rússia vence Egito e encaminha classificação às oitavas de final da Copa do Mundo

Na abertura da segunda rodada do grupo A, a Rússia enfrentou o Egito nesta terça-feira (19), em São Petersburgo e levou a melhor. A seleção anfitriã venceu por 3 a 1 os egípcios e praticamente garantiu vaga para as oitavas de final do torneio. Os gols da Rússia foram marcados por Fathi (contra), Cheryshev e Dyzuba. Salah descontou para o Egito.

A vitória era essencial para os objetivos das duas seleções na competição. A Rússia chegava motivada após a golear por 5 a 0 a Arábia Saudita e buscava se classificar para as oitavas de final. Por outro lado, o Egito mirava o primeiro triunfo em Copas do Mundo para se manter vivo no Grupo A e evitar uma eliminação precoce. Pelo lado russo, Denis Cheryshev substituía o lesionado Alan Dzagoev. Já o Egito, contava com o retorno de Mohamed Salah, que não atuava desde a lesão sofrida na final da Uefa Champions League, no dia 26 de maio.

O jogo começou com o domínio russo. Os anfitriões chegaram primeiro com Aleksandr Golovin, aos 6 minutos. Após erro na saída de bola egípcia, o meia recuperou e finalizou à direita do gol de El-Shenawy. A resposta do Egito veio em seguida. Trezeguet iniciou um rápido contra ataque pela esquerda. Após tabela, ele recebeu e finalizou com perigo para fora.

Cheryshev teve oportunidade de abrir o marcador. Zhirkov cobrou falta na grande área, Gabr afastou, e a bola sobrou no pé do meia atacante que finalizou por cima da meta egípcia. Salah também desperdiçou boa chance aos 41 minutos. O camisa 10 recebeu na entrada da grande área, dominou e bateu colocado, mas a bola saiu à esquerda de Akinfeev. O primeiro tempo terminou equilibrado, mas sem muitas emoções.

O segundo tempo começou agitado. Logo aos 2 minutos, a Rússia abriu o placar. Após cruzamento da direita, El-Shenawy cortou de soco, mas a bola caiu nos pés de Zobnin, que chuto torto. Entretanto, o capitão egípcio Ahmed Fathi cortou errado e acabou mandando para o fundo da rede, em um momento de infelicidade.

A Rússia ampliou aos 13, com Cheryshev. Após boa jogada , Zamedov tocou para Mario Fernandes que deu um belo drible de corpo na marcação e rolou para o meia da área, onde estava o camisa 6 para estufar a rede egípcia. Com o gol, Cheryshev chegou ao terceiro tento no torneio e tornou-se um dos artilheiros.

Três minutos depois, a Rússia decretou a vitória. Mario Fernandes fez ótimo lançamento para Dzyuba. O atacante matou no peito, deu um lindo drible no zagueiro e bateu sem chances para El-Shenawy.

O Egito diminuiu o marcador aos 27 minutos, com Mohamed Salah. Em cobrança de pênalti, o camisa 10 descontou para os egípcios. Com o placar estabelecido, a Rússia controlou o jogo e apenas esperou o apito final para comemorar o triunfo. Já o Egito, não encontrou forças para reagir na partida.

Com o resultado, a Rússia manteve a liderança do grupo A, com 6 pontos. O Egito, por sua vez, está virtualmente eliminado da competição. Os russos podem se classificar para as oitavas de final já nesta quarta-feira. Tudo depende do jogo entre Uruguai e Arábia Saudita, amanhã, às 12h. Se os uruguaios vencerem, eles e Rússia estão classificados. Em caso de empate, a Rússia garante a classificação, o Egito é eliminado e a Arábia precisaria vencer na última rodada e torcer para uma derrota uruguaia.

Análise: A Rússia é a grande surpresa da Copa do Mundo. Os anfitriões chegaram desacreditados para o torneio e com um longo jejum – sete partidas consecutivas sem vitória. A estreia foi bastante convincente, com a goleada por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita. Diante do Egito, a equipe mostrou bom futebol e praticamente selou a classificação para às oitavas.

Cheryshev substituiu à altura Dzagoev, que saiu lesionado com poucos minutos durante o confronto contra os árabes. Com 3 gols em duas partidas, o camisa 6 se tornou peça fundamental da equipe. O meia Golovin também merece destaque. Com todo seu talento, distrubui ótimos passes e exerce função importante na criação de jogadas. Zamedov e Zobnin formam uma dupla coesa no meio-campo. Ambos possuem bom desarme e passe.

Dyzuba é o centroavante e faz boa função como pivô, preparando a bola para os jogadores que vem de trás. Os laterais Zhirkov e Mário Fernandes também cumprem bem suas funções. A dupla de zaga formada por Kutepov e Ignashevich é firme e traz segurança para o setor defensivo, até o momento. No gol, a Rússia conta com a experiencia de Akinfeev.

sofa score

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.