Seleção da primeira rodada da Copa conta com CR7 como protagonista e técnico que comandou o São Paulo. Confira!

Os primeiros jogos da Copa do Mundo da Rússia contaram com muitas zebras e confrontos que prezaram pelo equilíbrio. Iniciando com a surpreendente goleada russa por 5 a 0 contra a Arábia Saudita, a primeira rodada foi finalizada na tarde desta terça-feira com um jogo bastante movimentado entre Polônia e Senegal, os africanos se saíram melhor e venceram por 2 a 1. Com isso, resolvemos selecionar os atletas que mais se destacaram na estreia, posição por posição. Confiram!

GOLEIRO
Dividindo a profissão de goleiro de futebol com a de diretor de filmes e comerciais, Hannes Halldórsson brilhou na estreia da seleção islandesa contra a favorita argentina. Além de ter pegado um pênalti, cobrado por Messi, num momento crucial do jogo, o arqueiro ainda fez duas intervenções importantes no jogo que garantiram o empate no fim.

v3itjl6a51g5a77s9d2o
(Crédito/ Getty Images)

LATERAL DIREITO
Destro, mas com facilidade para jogar nos dois lados, Yuto Nagatomo atuou na lateral esquerda na vitória contra a Colômbia e anulou todo e qualquer ataque da equipe sul-americano por aquele lado. Cuadrado foi o atleta que mais sofreu com os desarmes precisos do japonês, tanto que foi substituído ainda no primeiro tempo.

ZAGUEIROS
Diego Godin e Jose Giménez reeditaram o entrosamento de clube e tiveram atuação segura diante de um Egito ainda fragilizado, ofensivamente falando, sem a presença de Mohamed Salah e ainda se arriscaram um pouco mais na construção de jogo, para Giménez, a recompensa foi ainda maior com o gol salvador ao fim do jogo, dando a vitória para a equipe uruguaia.

LATERAL ESQUERDO
Aleksandar Kolarov não foi brilhante, mas teve atuação segura na defesa e como é de sua característica, arriscou chutes de média distância e era sempre uma opção de escape pelo lado esquerdo. Fez o gol da vitória mínima diante da Costa Rica em cobrança de falta brilhante.

MEIAS
Mesmo com a derrota de sua seleção diante da França, o volante da Austrália Aaron Mooy teve ótima atuação no papel de neutralizar a criação francesa e comandou os desarmes na entrada da área australiana. Não deu sossego para a estrela Paul Pogba e evitou que o trio de ataque francês fosse municiado.

Além de Mooy, outro atleta que teve atuação sublime foi o russo Aleksandr Golovin, para este que vos escreve, o melhor em campo na goleada russa. Com um estilo clássico e um bom passe, o atleta comandou a vitória russa com 2 assistências e um lindo gol de falta que fechou a goleada.

Seguindo na linha de atletas russos, Denis Cheryshev contribuiu muito para que a seleção anfitriã tivesse uma ótima estreia e saiu do banco para fazer dois golaços que contribuíram para a tranquilidade da vitória russa, além de acelerar o ritmo de jogo (que com Dzagoev, substituído por Denis, andava lento) da equipe da casa assim que entrou, aos 23 minutos do primeiro tempo.

A seleção não poderia ser fechada sem citar um atleta do México, a seleção que, atuando como azarão, teve a melhor atuação. O 1 a 0 (com vaga para mais) diante da atual campeã Alemanha se deu muito por conta da atuação tática perfeita de Miguel Layún. Atleta experiente que joga no futebol espanhol (Sevilla) e que atuou como quarto homem de meio campo pela esquerda sendo um tormento para a recomposição defensiva alemã quando iniciava as puxadas de contra ataque.

ATACANTES
Assim como na Eliminatórias, Harry Kane apareceu para ser decisivo e salvar mais uma vez a Inglaterra dando a vitória por um placar mínimo. O atleta do Tottenham fez dois gols de oportunismo e mostrou que tem um dos melhores sensos de posicionamento do mundo. Nos dois gols esteve na hora certa e no lugar exato. Assim, a Inglaterra venceu a Tunísia na estreia por um dramático 2 a 1.

O jogador que termina os onze escolhidos é simplesmente o atual melhor jogador do mundo e que melhor iniciou-individualmente falando- a competição. Cristiano Ronaldo teve atuação histórica e sublime diante de nada mais nada menos que a Espanha. E foi ao seu melhor estilo: 3 finalizações e 3 gols, recuperando a equipe portuguesa diante de um adversário que teve mais chances de ganhar o jogo.

cristiano-ronaldo-portugal-2018_1s4hdpn9lsyea1neki4kkiodlm
O português começou a Copa como vinha fazendo no clube: brilhando. (Crédito/ Getty Images)

TÉCNICO
O México foi a seleção que teve a atuação mais eficiente-de acordo com sua proposta de jogo- da primeira rodada e não seria exagero dizer que a Alemanha poderia sair perdendo por um placar maior. Os contra ataques do time sul-americano foram atormentadores e a proposta de Juan Carlos Osório neutralizou a equipe alemã.

fotonoticia_20170707175732_640
“Qué pasa?” México de Osório anulou atual campeã. (Crédito/ Getty Images)

Portanto, num tradicional 4-4-2 a seleção da primeira rodada na Rússia foi a seguinte:
Halldórsson (Islândia), Nagatomo (Japão), Godin (Uruguai), Giménez (Uruguai) e Kolarov (Sérvia); Mooy (Austrália), Golovin (Rússia), Layún (México) e Cheryshev (Rússia); Harry Kane (Inglaterra) e Cristiano Ronaldo (Portugal). Técnico: Juan Carlos Osório (México).

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.