Cristiano Ronaldo marca mais um, Portugal bate Marrocos e fica próximo das oitavas

Nesta quarta-feira (20), Portugal e Marrocos enfrentaram-se no Luzhniki Stadium, em Moscou, pela segunda rodada do grupo B da Copa do Mundo FIFA 2018. O craque Cristiano Ronaldo, que já havia marcado os três gols lusos na estreia – 3 a 3 contra a Espanha -, voltou a marcar e os portugueses venceram os africanos por 1 a 0.

Primeira etapa: Portugal abre o placar com gol relâmpago, mas é dominado

Logo no início, o Marrocos mostrou que não estava para brincadeira. Após bela trama ofensiva, o centroavante Khalid Boutaïb finalizou para fora, levando perigo à meta defendida por Rui Patrício.

Entretanto, logo na sequência, brilhou a estrela de Cristiano Ronaldo. Aos quatro minutos, após escanteio cobrado pelo lateral-direito Cédric Soares, o artilheiro da Copa do Mundo desvencilhou-se da marcação de Manuel da Costa e, livre, completou com uma potente cabeçada para estufar as redes, marcando seu quarto gol no torneio.

Aos nove minutos, o atual melhor jogador do mundo por pouco não ampliou, após receber na entrada da área, girar sobre os marcadores e finalizar com muito perigo, rente à trave.

Os africanos não se abateram com o gol sofrido e mantiveram a posse da bola, controlando totalmente o jogo e buscando espaços no campo defensivo português. Com isso, o conjunto de Fernando Santos foi obrigado a utilizar a ligação direta, limitando-se a defender em grande parte do tempo.

Aos 12 minutos, Younès Belhanda cruzou para o zagueiro Medhi Benatia, que cabeceou de forma precisa, obrigando o goleiro português a fazer grande defesa. Nos minutos seguintes, o que se viu foi um completo domínio marroquino, que tiveram duas finalizações bloqueadas de maneira providencial, uma finalização perigosa de Hakim Ziyech e alguns levantamentos muito perigosos para a área.

Antes do fim do primeiro tempo, o Portugal respondeu com seu astro. Na primeira oportunidade, Ronaldo cobrou falta perigosa contra a barreira. No lance posterior, ligou Gonçalo Guedes, que emendou lindo chute para defesa monumental do goleiro Munir, com a mão trocada.

Segunda etapa: ataque contra defesa, Marrocos displicente e Rui Patrício salvador

Na etapa complementar, os comandados de Hervé Renard continuaram com o controle da partida. Tinham a bola e construíam grandes oportunidades, diante de um Portugal recuado.

Foi aí que entrou em cena Rui Patrício, grande destaque da partida. Após finalização firme de Belhanda, o goleiro defendeu sem dar rebote. Logo após, Belhanda, novamente, subiu mais do que os europeus e testou firme, no cantinho, mas Rui realizou um verdadeiro milagre, evitando o empate marroquino.

Na reta final – a partir dos 20, 25 minutos -, o jogo virou um verdadeiro “ataque contra defesa”. Marrocos tinha a bola e um amplo domínio da partida, conseguindo grandes ocasiões para empatar, mas esbarrando na muralha portuguesa e em sua própria incompetência. Já Portugal, contava com lampejos de Cristiano Ronaldo, que em nova cobrança perigosa de falta, parou na barreira.

 

Na base do desespero, os ‘Leões do Atlas’ ainda conseguiram duas chances claras. Primeiro, Ziyech, em grande jogada individual, chutou, mas viu Pepe bloquear de maneira providencial. No último lance da partida, Benatia isolou dentro da área, para alívio dos portugueses presentes no Luzhniki Stadium.

marrocos.jpg
Com sua seleção eliminada, Nabil Dirar e Fayçal Fajr caíram desolados no gramado. (Reprodução: Jam Media/Getty Images)

Com quatro pontos, Portugal assume a ponta do grupo e fica próximo da classificação. Se der a lógica e a Espanha bater o Irã no jogo de logo mais, os lusos precisarão apenas de um empate contra os asiáticos na próxima segunda-feira (25), às 15h (horário de Brasília), em Saransk. Já eliminado, o Marrocos enfrenta a Espanha no mesmo horário, em Kaliningrad.

Cristiano Ronaldo, uma máquina de quebrar recordes

Mais uma partida, mais um gol, mais um recorde para a conta do ‘Gajo’: o gol contra o Marrocos foi o 85º dele pela seleção portuguesa, ultrapassando o hispano-hungaro Ferenc Puskas (84 gols) e tornando-se o maior artilheiro de seleções do continente europeu. ‘CR7’ agora está a 24 gols do iraniano Ali Daei, maior artilheiro à nível internacional.

ronaldo.jpg
Ronaldo vence a disputa com os marcadores para marcar seu sétimo gol em Copas. (Reprodução: Yuri Cortez/Getty Images)

Números do camisa 7, que mais uma vez foi eleito pela FIFA o melhor jogador em campo:

90 minutos em campo
1 gol
1 finalização ao alvo
2 finalizações pra fora
3 finalizações bloqueadas
17 (de 24) passes certos
1 chance criada
6 (de 10) duelos vencidos
2 perdas de posse
5 faltas sofridas
3 cortes

Estatísticas gerais da partida:

45% | Posse de bola | 55%
10 (2) | Finalizações (ao alvo) | 15 (4)
1 | Gols | 0
5 | Escanteios | 7
395 (283) | Passes (certos) | 468 (359)
72% | Precisão no passe | 77%
1 | Impedimentos | 1
19 | Faltas cometidas | 23
1 | Cartões amarelos | 1
80 | Duelos vencidos | 80
21 | Disputas aéreas vencidas | 26

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.