Após inícios diferentes, Alemanha e Suécia duelam podendo decidir seus futuros na Copa do Mundo

Atual campeã do mundo estreou com derrota diante do México e busca reabilitação; Suécia, que iniciou vencendo, pode garantir classificação antecipada para as oitavas

 

Será realizada, neste sábado (23), a segunda rodada do Grupo F na Copa do Mundo de 2018. Em campo, seleções sobre as quais foram depositadas expectativas opostas e que também tiveram estreias opostas. Alemanha e Suécia duelam no Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi, podendo definir seus futuros na competição.

Após começar perdendo, atuais campeões entram pressionados a vencer

Como toda equipe atual campeã do mundo, a Alemanha deu seu primeiro passo na Copa do Mundo sob muita expectativa, porém sucumbiu diante da veloz seleção mexicana, perdendo o jogo de estreia pelo placar mínimo num duelo de muitas chances de gol. Numa fase de tiro curto, os alemães tem agora a obrigação de vencer os suecos para poderem garantir a classificação na terceira rodada, entrando em campo sob ameaça de eliminação precoce em caso de nova derrota, apesar do favoritismo.

Tendo, no entanto, a aposta no trabalho a longo prazo como um dos grandes marcos de seu trabalho, a equipe do técnico Joachim Low não deverá sofrer alterações após o revés sofrido. Com isso, a tetra campeã mundial tende a entrar em campo com a mesma base do primeiro jogo: Neuer; Plattenhardt, Hummels, Boateng e Kimmich; Khedira, Draxler, Toni Kroos e Ozil; Muller e Timo Werner.

alemanha x mexico
Alemães lutaram, mas não conseguiram impedir a derrota para o México (Foto: Federação Alemã de Futebol)

Para garantir a classificação, Suécia tem ”jogo da vida”

Por outro lado, a Suécia chega ”mais leve” para a partida. Depois da suada vitória sobre a Coréia do Sul na estreia, por 1×0, os suecos podem agora garantir a presença nas oitavas de final de forma antecipada, em caso de vitória contra a favorita Alemanha, chegando aos 6 pontos e já não podendo ser alcançada nem pelos alemães e nem pelos sul-coreanos, caso estes não vençam o México no outro jogo da segunda rodada.

Como se encarar uma seleção atual campeão da Copa do Mundo já não fosse desafiante o suficiente, os escandinavos terão mais uma grande motivação para o confronto do próximo sábado. Após vencer em uma estreia de Copa, algo que não acontecia desde 1958, a Suécia pode agora, depois de 12 anos, o país pode voltar a marcar presença no mata-mata do torneio, fato que não acontece desde 2006, quando caíram diante da Itália, vendendo caro a derrota por 1×0 num jogo marcado por arbitragem polêmica. E para alimentar o sonho de repetir o feito de voltar a uma final, como em 1958, a escalação para o segundo desafio deverá ser composta por: Olsen; Augustinsson, Granqvist, Jansson e Lustig; Claesson, Larsson, Ekdal e Forsberg; Berg e Toivonen.

suecia.PNG
Após vencer na estreia, Suécia busca classificação antecipada contra atual campeã (Foto: Federação Sueca de Futebol)

Seis anos atrás, um duelo épico

Nas vésperas de um duelo tamanha importância, que pode decidir o futuro das seleções no maior de todos os torneios futebolísticos e onde se gera tanta expectativa, quase inevitável lembrar dos grandes confrontos anteriores entre as seleções. Em 2012, em partida válida pelas eliminatórias da Copa de 2014, o Estádio Olímpico de Berlim foi palco de uma das grandes remontadas da história do futebol. Após sair perdendo por sonoros 4×0 para os anfitriões, a seleção sueca, comandada pelo craque Zlatan Ibrahimovic buscou uma improvável reação, empatando o jogo nos acréscimos.

Na ocasião, a Alemanha, com dois gols do maior artilheiro da história das Copas Miroslav Klose, homenageado naquela noite pelo seu fair play em partida do campeonato italiano, um gol de Mertesacker e outro de Ozil, abriu 4×0 com 10 minutos do segundo tempo. Com isso, a Suécia teria apenas 35 minutos e os acréscimos para buscar o que parecia impossível, mas Ibrahimovic aos 16 descontou e apenas três minutos depois, Lustig diminuiu mais ainda o prejuízo, recolocando os visitantes no jogo. Elmander colocou ainda mais fogo no duelo aos 30 minutos, encostando no placar, que foi igualado nos acréscimos após Elm aproveitar bola disputada por Ibra e deixar tudo igual.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.