Senegal cede empate duas vezes ao Japão e Grupo H segue sem classificados

No duelo entre os líderes do Grupo H, Senegal e Japão ficaram no 2 a 2 na tarde deste domingo no Principal Stadium, em Ekaterimburgo, no último dia de partidas válidas pela 2ª rodada da fase de grupos. Apesar de estarem atrás do placar duas vezes no jogo, os asiáticos foram insistentes e não desistiram em buscar o gol. Com o empate, as equipes esperam o resultado do outro confronto do grupo, entre Polônia e Colômbia. Caso haja um vencedor, a seleção derrotada não terá mais possibilidade de classificação.

Controle senegalês

Os africanos não tiveram receio e procuraram o ataque no início do jogo. Com linhas adiantadas e pressionando a saída de bola japonesa, a Seleção Senegalesa ditava o ritmo nos primeiros minutos. A insistência em jogadas de Niang contra Nagatomo não demorou para funcionar. Em cruzamento do ponta do Torino pela direita aos 10 minutos, Kawashima rebateu mal e Sadio Mané aproveitou a falha do goleiro.

A menor posse da bola não foi suficiente para impedir o ingresso de Senegal na defesa japonesa. Foto: Sofascore

Na frente do placar, Senegal recuou, mas ainda assim seguiu com o controle do jogo. Por outro lado, apesar do Japão aumentar a posse da bola, não oferecia perigo à defesa africana. Porém, no primeiro ataque dos asiáticos, Inui recebeu ótimo lançamento, e com a parte dentro do pé, chutou às redes de Ndiaye para empatar a partida. A igualdade no placar não alterou a dinâmica do jogo, e os Leões da Teranga continuaram incomodando a zaga dos Samurais.

Recuperação japonesa

Na volta para a segunda etapa, o panorama do confronto mudou. A equipe japonesa mudou a postura e se tornou mais incisiva, tomando o controle das ações. Aos 15 minutos, chegou perto de virar em mais uma tentativa de Inui, mas dessa vez com direção na trave. O principal fator do domínio asiático se dava no meio de campo, onde os senegaleses perdiam todas as bolas. Observando isso, o treinador Aliou Cissé promoveu a primeira mudança da seleção, colocando Kouyate no lugar de Ngueye. A partir da substituição, a boa estatura e força do volante contribuiu nas divididas. Com isso, o time africano voltou a atacar. Em boa jogada no lado esquerdo, Niang recebeu e escorou para trás, bastando a Wague empurrar ao fundo da rede.

Mesmo novamente atrás do marcador, o Japão não sentiu o gol. Desaparecido no jogo, Kagawa saiu para a entrada do expediente Honda. O ex-jogador do Milan mostrou porque é considerado ídolo no país. Minutos depois da sua entrada, o meia recebeu o passe de cabeça de Osako, após erro na saída de Ndiaye, e empatou novamente o placar. Apesar das tentativas de ambas seleções saírem com a vitória, não houveram oportunidades claras e o 2 a 2 permaneceu.

Inui marca o belo gol deu ao Japão a primeira igualdade da partida. Foto: Matthias Hangst/Getty Images
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.