Em jogo decisivo para o Grupo D, Argentina e Nigéria se enfrentam de olho na vaga para as oitavas

Foto destacada: Corbis Sport/NurPhoto

É dia de decisão no Grupo D da Copa do Mundo da Rússia! Nesta terça-feira (26) Argentina, Nigéria e Islândia disputam a última vaga da chave, que já tem a Croácia garantida nas oitavas de final com seis pontos e depois de duas vitórias. Em São Petersburgo, argentinos e nigerianos se enfrentam, às 15h, num duelo que promete ser bastante disputado e que pode ser decisivo para a imagem de Lionel Messi dentro do seu país.

Com apenas a seleção croata, comandada por Modric, classificada à próxima fase da maior competição de futebol do mundo, algumas combinações podem garantir um dos outros três times na fase de mata-mata do torneio. Até a quantidade de cartões pode interferir na classificação final do Grupo D, já que Argentina e Islândia possuem apenas um ponto, enquanto Nigéria tem três, já que derrotou os homens de gelo por 2 a 0 na segunda rodada, com dois gols de Musa.

Com esperança de grande jogo de Messi e possível polêmica de elenco com Sampaoli, Argentina espera vitória e classificação

A verdade é a seguinte: Jorge Sampaoli, campeão da Copa América com o Chile em 2015, em mais ou menos um ano não conseguiu montar um time competitivo na seleção argentina. Com muitas mudanças e seguindo demais suas convicções, o técnico chegou a Copa devido principalmente a grande atuação de Messi na última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. E após somente um empate em dois jogos e escalações bastante questionáveis, o que se fala na imprensa argentina é que os jogadores romperam com o treinador e não querem mais o comando do mesmo.

Cogita-se até que a escalação para o duelo decisivo contra os nigerianos será do experiente Mascherano, que possui curso de treinador. O ex-jogador do Barcelona e atualmente no Hebei Fortune, da China, revelou que reuniões entre grupo e Sampaoli ocorreram depois da dura derrota frente aos croatas por 3 a 0. Nas redes sociais, o camisa 14 escreveu: “Quando falamos, é para impor. Se não nos falamos, é porque estamos brigados e não nos importamos. Só quero dizer que quando o objetivo e a camisa que representamos é maior do que qualquer tipo de interpretação, vamos unidos por essa finalidade. Tomara que amanhã não sejamos apenas os 23 ou os mais de 90 que compõem a delegação na Rússia. Tomara que sejamos 40 milhões de argentinos chutando todos para o mesmo lado”.

Sampaoli, na entrevista pré-jogo, foi puro otimismo, com respostas que afirmavam a classificação dos argentinas e boa recuperação dentro do Mundial. O treinador careca afirmou o seguinte: “Tenho certeza que jogaremos melhor. Estou convencido que a partir de amanhã muda a história para esta seleção. Tenho muitos argumentos para acreditar nisso. O que posso dizer é que tenho a confiança e a segurança de que amanhã a Argentina começa a viver este Mundial de outra forma. Temos que jogar essa partida com o coração. Temos que transmitir uma equipe decidida a buscar a partida e a classificação para a seguinte fase. Estou convencido de que amanhã será um ponto de partida. Por dividir muitos momentos com os jogadores, estou convencido de que a Argentina atingirá o nível individual e coletivo necessário para avançar”.

Frente a complicada situação de Messi e companhia, provavelmente tenha se decidido por novas mudanças e pela escalação de um time mais experiente, com maior média de idade, que deverá ser o seguinte: Armani; Mercado, Otamendi, Rojo, Tagliafico; Mascherano, Banega, Enzo Pérez; Di Maria, Messi, Higuain.

Depois de boa vitória contra islandeses, Nigéria mostra otimismo para jogo contra Hermanos

Com muita posse de bola, muitos passes trocados e grande atuação de Musa, os nigerianos alcançaram importante triunfo contra a Islândia. E isso foi um grande motivo para a seleção comandada por Gernot Rohr demonstrar grande gana e confiança para dificultar jogo da Argentina e chegar à próxima fase da Copa do Mundo. Em caso de derrota dos argentinos, a Nigéria garante sua vaga nas oitavas de final.

Apesar da derrota contra a Argentina no último Mundial, também num jogo da terceira rodada da fase de grupos, o atacante Ahmed Musa, autor dos gols contra a Islândia, guarda boas recordações da partida, visto que o atacante do CSKA Moscou marcou dois gols contra a então seleção comandada por Alejandro Sabella, em jogo que Messi também foi as redes duas vezes e o tento da vitória argentina foi marcado pelo defensor Marcos Rojo. O camisa 7 da equipe africana demonstrou bastante confiança para o confronto dessa terça-feira: “O jogo contra a Islândia deu muita confiança e nos fez acreditar que podemos vencer a Argentina. Nunca os vencemos antes numa Copa. Há uma grande motivação. Não vamos para São Petersburgo para perder. Queremos vencer e sabemos que podemos fazer isso”.

O treinador alemão da seleção nigeriana afirmou que seus comandados estão com fome de jogo e vitória: “O que podem esperar é muita luta da Nigéria, será uma batalha contra a Argentina. Eles têm que vencer, talvez um empate para nós baste. Mas também queremos ganhar. Pode ser um jogo espetacular amanhã. Espero que o começo do jogo seja melhor do que nas últimas rodadas. Demoramos para entrar no jogo. Espero que seja um grande jogo de futebol. Estamos numa posição melhor, estamos com um sentimento otimista. Meus jogadores estão com fome”.

A provável escalação do time africano é a seguinte: Uzoho; Balogun, Troost-Ekong, Omeruo; Moses, Ndidi, Mikel, Etebo, Idowu; Musa, Iheanacho.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.