Mina é decisivo, Colômbia avança, e Senegal dá adeus à Copa por critério de cartões

O continente africano deu adeus à Copa do Mundo. Na tarde desta quinta-feira, Senegal foi eliminado do torneio ao perder para a Colômbia por 1 a 0 na Cosmos Arena, em Samara. Os senegaleses eram a última seleção africana com possibilidades de classificação. Com a vitória, a Seleção Colombiana termina a fase de grupos em primeiro, mesmo estando fora das oitavas até a Polônia abrir o placar em Volgogrado contra o Japão. A derrota japonesa classificaria Senegal e Colômbia, mas os sul-americanos não fizeram questão e buscaram o triunfo. Apesar de possuir a mesma situação dos japoneses, a Seleção Senegalesa perde no critério do fair-play (quantidade de cartões amarelos). A desclassificação não tira o mérito dos africanos, que disputaram a vaga ao último segundo. O próximo adversário colombiano será conhecido após o duelo entre Inglaterra e Bélgica, válido pelo Grupo H.

Colombianos sem espaço

Precisando apenas empatar para seguir no mundial, a Seleção Senegalesa não entrou em campo com o ‘regulamento debaixo do braço ‘. Pelo contrário, os atacantes realizavam marcação pressão na defesa colombiana e dificultavam a saída de bola. O emocional tenso dos sul-americanos não facilitou. A situação dos Los Cafeteros complicou ainda mais quando o árbitro Milorard Mazic assinalou pênalti de Carlos Sanchez em Sadio Mané. Segundo depois, o sérvio foi avisado pelo árbitro de vídeo que a decisão seria incorreta, e após rever o lance, voltou atrás em sua marcação.

O controle da bola permaneceu com os senegaleses, que trabalhavam a troca de passes a vontade. A forte marcação antes da linha do meio de campo impedia qualquer possibilidade de criação colombiana, seja com Cuadrado ou James Rodríguez. O craque do Bayern Munich saiu irritado aos 30 minutos por uma lesão não identificada, e Luis Muriel entrou em seu lugar. A falta de objetividade dos colombianos na troca de passes, condicionada ao ótimo posicionamento do adversário, continuou, e os africanos terminaram a primeira etapa classificados.Screenshot_20180628-121120

Fim de copa para os africanos

A continuidade do empate em Volgogrado, entre Polônia e Japão, e em Samara eliminava a Seleção Colombiana da Copa, enquanto os senegaleses estavam tranquilos, assegurando a classificação. O panorama do duelo não alterou, e os latinos seguiam onipotentes perante à marcação africana. Aos 15 minutos, a situação mudou completamente com a Polônia abrindo o placar. O resultado permitia que Colômbia e Senegal seguissem no torneio, enquanto os japoneses estavam eliminados. Mesmo assim, a equipe sul-americana não parou de buscar o gol. Aos 28, em cobrança de escanteio, Yerry Mina subiu mais alto e cabeceou forte para o fundo das redes, marcando pela segunda vez no torneio. A derrota tirava o sonho de haver um africano nas oitavas de finais. Por outro lado, deu tranquilidade à Seleção Colombiana. A tentativa de se lançar ao ataque não foi suficiente, e Senegal está fora da Copa do Mundo.

mina-cabeceia-e-marca-o-gol-da-colombia-contra-senegal-1530201025789_v2_450x253

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.