Suécia bate a Suíça por 1 a 0 e avança para às quartas de final

O grandalhões suecos suportaram a pressão dos suíços até o fim da partida e venceram com gol de Forsberg aos 20 minutos, que desviou no zagueiro e entrou.

msa,
FOTO: Divulgação / FIFA World Cup.

Suécia e Suíça se enfrentaram na manhã desta terça-feira pelas oitavas de final da Copa do mundo da Rússia. A partida que foi realizada em São Petersburgo às 11h (horário de Brasília), no estádio com o mesmo nome da cidade. Ambas as equipes entraram em campo buscando a classificação para as quartas de final.  Mas foram os Suecos que passaram para a próxima fase em jogo com placar magro. 1 a 0 para a equipe do treinador Janne Andersson.

A Suécia mostrou superioridade quando foi exigida na defesa e contou com a ajuda suíça para alcançar a classificação para as quartas de final e esperar o vencedor do duelo entre Inglaterra e Colômbia. O gol foi marcado por Forsberg que chutou na entrada da área e contou com o desvio na ponta da chuteira do zagueiro Akanji e enganou o goleiro Sommer, indo parar no fundo do gol.

ESCALAÇÕES

SUÉCIA

Suécia Escalada no 4-4-2: Olsen; Lustig, Lindelöf, Granqvist e Augustinsson; Ekdal, Svensson, Claesson e Forsberg; Berg e Toivonen.

Desfalques: Sebastian Larsson

Reservas da Suécia: Karl-Johan Johnsson, Kristoffer Nordfeldt, Filip Helander, Pontus Jansson, Emil Krafth, Martin Olsson, Jimmy Durmaz, Oscar Hiljemark, Marcus Rohdén, Isaac Thelin, John Guidetti.

Substituições na Suécia: 37’ – 2ºT –Lustig sai, Krafth entra; 37’ – 2ªT – Forsberg sai, Olsson entra; 45’ – 2ºT – Berg sai, Thelin entra.

SUIÇA

Suíça Escalada no 4-2-3-1: Sommer; Akanji, Lang, Rodriguez, Djourou; Xhaka, Behrami, Shaqiri, Dzemaili, Zuber; Drmic.

Desfalques: Stephan Lichtsteiner, Fabian Schar

Reservas da Suíça: Yvon Mvogo, Roman Bürki, Nico Elvedi, François Moubandje, Denis Zakaria, Gélson Fernandes, Remo Freuler, Mario Gavranović, Breel Embolo, Haris Seferović.

Substituições na Suíça: 28’ – 2ºT – Dzemaili sai, Haris Seferović entra; 28’ – 2ºT – Zuber sai, Embolo entra.

 ARBITRAGEM DO JOGO

Arbitro: Damir Skomina – FIFA – Eslovênia

Assistente 1: Jure Prapotnik – FIFA – Eslovênia

Assistente 2:  Robert Vukan – FIFA – Eslovênia

O PRIMEIRO TEMPO

 Ambas as equipes disputaram um primeiro tempo bem emocionante com chances de gol, falhas defensivas e defesas sólidas em alguns momentos. Era esperado um jogo mais equilibrado e bem estudado, com uma partida mais morna. Mas a emoção tomou conta das arquibancadas, fazendo os torcedores prenderem o grito de gol na garganta e outros gritarem “ufa” no abafar do ataque. Lances estranhos aconteceram, com furadas de bola, chutes para longe do gol, algumas falhas defensivas também, Para a Suécia, Berg quase abriu o placar com chance na cara do gol. Rebotes mal aproveitados pelos Suecos também foram bem frequentes. Mas a Suíça não deixou barato não. Em chance com Dzemaili, do lado dos suíços teve a chance de abrir o placar e desperdiçou.  O primeiro tempo mostrou muita vontade de ganhar das duas seleções, mas o placar continuou inalterado ao fim dos 45 minutos.

 SEGUNDO TEMPO

Na volta para os 45 minutos finais, as equipes entraram com disposição de alterar o placar. A partida se mostrou mais corrida, ambas as equipes se mostravam desesperadas em balançar as redes. Forsberg foi o nome da segunda etapa. Em arrancada do camisa 10, a Suécia deu o primeiro susto nos defensores suíços, mas Toivonen acabou mandando para cima. Do lado suíço, a equipe começou a pressionar e conseguiu alguns escanteios em sequência, mas não conseguiram vencer o gigantes suecos. Após muita correria, as equipes começaram a se equilibrar novamente e organizaram bem sua marcação.

 Aos 20 minutos o jogador de maior habilidade na partida recebeu uma bola na entrada da área e chutou sem muita força, o zagueiro Akanji na tentativa de defender sua meta, colocou o pé na bola, que desviou e enganou o goleiro suíço e foi parar nas redes de Sommer: 1 a 0 Suécia. A partir desse momento os grandalhões se fecharam e suportaram a pressão dos suíços até o fim.

No último lance do jogo, em contra-ataque rápido, Olsson foi tocado por Lang, quando estava já de frente para Sommer, o zagueiro levou cartão vermelho na hora. A dúvida era se a falta havia sido dentro da área, já que o árbitro marcou inicialmente pênalti. O VAR foi consultado e confirmaram que a falta foi fora da área. Toivonen bateu e o goleiro defendeu, e em imediato o árbitro encerrou a partida.

 

ESTATISTICAS:

SUÉCIA X SUIÇA

32% Posse de bola 68%

12 Totais de chutes 18

3 Chutes no gol 4

3 Escanteios 11

274 Passes 556

188 Passes certos 483

1 Impedimentos 0

11 Faltas 13

 

 DESTAQUE DA PARTIDA

,sd
FOTO: Divulgação / @Swedense Suécia.

 Forsberg foi o homem do jogo, dando passes decisivos e conduzindo a equipe para a vitória sobre os Suíços. Marcou o gol que garantiu sua equipe nas quartas de final da Copa do Mundo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.