Análise: Em grande jogo da geração belga, Brasil é derrotado e adia sonho do hexa

Bélgica abre dois gols de vantagem, Brasil diminui, mas não consegue superar a geração belga e deixa a Copa do Mundo

De Bruyne marcou o segundo gol da Bélgica contra o Brasil. (FOTO: Divulgação / Bélgica)

Em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo, o Brasil entrou em campo, na tarde desta sexta-feira (6), às 15h (horário de brasília), em Kazan, e não conseguiu superar a Bélgica sendo derrotado por 2 a 1. Fernandinho (contra) e De Bruyne marcaram deixando os belgas em vantagem. Na etapa complementar, Renato Augusto saiu do banco e descontou para o Brasil, que com a derrota, vai voltar para casa sem a sexta estrela.

O jogo

O jogo mais esperado das quartas de final da Copa do Mundo não foi nada bom para os brasileiros. Logo nos primeiros minutos de jogo o desenho tático da partida pôde ser visto. O Brasil jogando pra cima, tomando as ações do jogo. Cautelosa, a Bélgica se postava bem defensivamente e saia em rápidos contra-ataques. Logo aos 7 minutos, Thiago Silva apareceu livre na área belga e por muito pouco não abriu o placar. A bola, que contou com um leve desvio até chegar ao zagueiro, beijou a trave do goleiro Courtois na finalização despretenciosa do camisa 2 da seleção brasileira. A resposta veio de imediato. Em jogada de De Bruyne, Chadli finalizou dando a resposta aos brazucas. Com outra boa oportunidade, também em escanteio, dessa vez, pelo lado direito e cobrado por Willian, Paulinho não conseguiu abrir o placar em Kazan.

Se o Brazil não conseguiu aproveitar os escanteios ao seu favor, aos 13 minutos do primeiro tempo, a Bélgica abriria o placar com a mesma jogada. De Bruyne lançou no primeiro pau, o zagueiro Kompany atravessou toda a área brasileira e livre de qualquer marcação, subiu de cabeça para raspar na bola, que ainda contou com um leve desvio no braço direito de Fernandinho e foi morrer – meio que sem querer porque, ao entrar, o barbante das traves quase não balançou – no fundo do gol. Belgas em vantagem!

Mesmo com o gol sofrido, o Brasil mostrou-se não sentir o golpe e logo tentou igualar o placar mantendo a posse de bola e toques que sempre procuravam os pontas, Neymar pelo lado esquerdo e Willian, pelo lado direito, chegar ao gol de empate. Se pelo alto o Brasil não conseguiu furar a defesa belga, outra alternativa era os chutes de longa distância. Aos 18, Coutinho arriscou de fora da área e Courtois fez uma linda defesa. Também de fora da área, Marcelo tentou e o goleiro belga também defendeu, aos 25.

Com o placar a seu favor, a equipe de Roberto Martínez se sentia mais à vontade dentro de campo e se segurava defensivamente das investidas brasileiras. Aos 30 minutos, eis que veio o alívio dos diabos vermelhos. Em contra ataque mortal, o atacante Lukaku desceu em velocidade quando, na tentativa de corte num carrinho, Fernandinho acabou errando e deixando a bola nos pés de De Bruyne que sem marcação pelo lado esquerdo, mandou um chute seco no canto direito do goleiro Alisson marcando um golaço que acabaria com o sonho do hexa. Bélgica 2, Brasil 0.

No segundo tempo o Brasil voltou com alterações. William deixou o campo para a entrada de Firmino, que jogaria centralizado no lugar de Gabriel Jesus, que por sua vez, faria o papel de ponta direito, antes feito por William. O empate quase veio logo no início da etapa complementar. Aos 5 minutos, Marcelo bateu cruzado e quase Firmino mandou para o gol. Em boa jogada de Gabriel Jesus pelo lado direito de ataque, o atacante botou entre as pernas do defensor e, em lance duvidoso, foi derrubado pelo zagueiro Kompany. O árbitro mandou seguir sem sequer acionar o VAR.

Buscando outras alternativas para buscar o empate, Tite mandou a campo Douglas Costa no lugar de Gabriel Jesus, aos 12 minutos. Aos 27, Renato Augusto entrou no lugar do volante Paulinho. Aos 30 minutos, Coutinho lançou na cabeça de Renato Augusto que, entre os zagueiros, desviou para o gol vencendo o goleiro Courtois, que fazia uma brilhante partida. Com o gol brasileiro, a partida se tornou ainda mais dramática para os belgas, que só se arriscavam em sair nos contra-ataques dirigidos por Hazard, outro que fazia uma grande partida.

Por outro lado, o Brasil continuou criando boas oportunidades, mas não conseguia ter a frieza para converter as boas chances que tinha. Aos 32, Neymar avançou em velocidade, tocou para Firmino, que recebendo de costas para o marcador, conseguiu fazer o giro e finalizar, mas a bola foi pra fora. Aos 35 minutos, Renato Augusto teve a melhor chance de empatar a partida e desperdiçou. Acionado por Coutinho, o meio-campista recebeu live, de frente para o gol na entrada da grande área e mandou a direita do goleiro belga, que só acompanhou a bola sair pela linha de fundo. Com mais 5 minutos de acréscimos, o Brasil teve mais uma ótima chance de empatar e manter vivo o sonho do hexacampeonato. Douglas Costa, que entrou infernizando o lado direito da Bélgica, tocou para Neymar, que de primeira, colocou no ângulo. O goleiro Courtois voou na bola e fez mais uma linda defesa na partida. Essa que seria a última chance do Brasil na Copa do Mundo da Rússia.

Fim de jogo. Bélgica 2, 1 para o Brasil. Era o fim de um sonho de toda a nação brasileira na busca da sexta estrela. Era a esperança viva de uma geração belga cheia de jovens craques que continuarão fazendo história no Mundial com a conquista da classificação para a semi final da Copa do Mundo.

Destaques do Jogo

Hazard, que comandou o meio de campo da Bélgica se destacou por tudo que fez na partida. Um jogador inteligente, capitão e de um talento impressionante. De Bruyne, eleito o melhor jogador da partida, também foi um dos destaques da seleção belga, dono de um dos gols que deram a classificação para a Bélgica. Lukaku, sempre acionado pelo lado direito nos contra-ataques, também fez um bom jogo. Defensivamente, impedia as subidas do lateral brasileiro Fagner. Courtois, o principal jogador da partida, que com uma atuação brilhante, impediu o empate do Brasil em varias oportunidades também foi um dos destaques do jogo.

Escalações

FOTO: Divulgação / FIFA WORLD CUP
Anúncios

Um comentário

  1. Gostei da análise, muito bem fundamentada e bem descritiva.
    Já estou te seguindo, se puder entrar no meu blog( que criei recentemente), e dar uma olhada em uma análise que eu também fiz do jogo agradeço. Se gostar, dê um auxilio com um like pelomenos. Noisss!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.