Vasco vence Bahia, mas acaba eliminado da Copa do Brasil

Foto destacada: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Sob o olhar de Maxi López, Vasco e Bahia se enfrentaram nesta segunda-feira (16) em São Januário pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2018. O Vasco precisava da vitória, mas somente uma vitória por 3 ou mais gols de diferença interessava para a equipe continuar viva na Copa do Brasil. O que não aconteceu. Pikachu e Andrey marcaram para o time cruzmaltino, placar final de 2 a 0 para o Vasco. Com isso, o Bahia se classificou e vai encarar o Palmeiras na próxima fase da competição.

Jogo tenso em São Januário

Um São Januário cheio aguardava os atletas de Vasco e Bahia para o início de jogo. E empurrados pela torcida, o Vasco começou a partida em cima do Bahia. Com três minutos, o goleiro Anderson fez aquilo que todo o Bahia faria até o final: atrasar a partida. O Vasco pouco criou chances claras de gol, mas criava outras oportunidades, que não eram aproveitadas por Andrés Ríos. O atacante argentino recebeu duas bolas no lado direito da grande área, mas preferiu não finalizar, buscando o meio da área em cruzamentos rasteiros.

Ríos só foi finalizar aos 19 minutos, após troca de passes envolvendo Ramon, Giovanni Augusto e Pikachu. Porém, Andrés Ríos foi o principal ator vascaíno no primeiro tempo, principalmente pelo pênalti que sofreu, cometido por Nino Paraíba. E o responsável pela cobrança não foi o argentino, foi Pikachu. O artilheiro do Vasco na temporada converteu a penalidade máxima e chegou ao seu 14º gol no ano.

Ainda na primeira etapa, o Vasco queimou duas substituições por conta das lesões sofridas por Rafael Galhardo e Ramon. Cria da base, Henrique substituiu Ramon na lateral-esquerda, e Kelvin entrou no lugar de Rafael Galhardo. Com isso, Pikachu foi deslocado para a lateral-direita e o Vasco ficou mais ofensivo na parte final do primeiro tempo.

“Ter mais paciência no último passe. Estamos com volume de jogo, mas temos que caprichar no último passe.” – Yago Pikachu no intervalo da partida

Falta de vontade e criatividade do Vasco

No intervalo do jogo, Pikachu não mentiu. O Vasco teve grande volume de jogo, mas apenas no primeiro tempo. Volume de jogo este que não teve no segundo tempo. O Vasco até conseguiu mais um gol com Andrey, após cobrança de falta de Pikachu, porém não conseguiu ser criativo a ponto de ameaçar o gol defendido por Anderson.

Logo aos 15 segundo, a defesa do Bahia se enrolou e Andrey fez a pressão, a bola sobrou para Kelvin que carregou a bola mas na hora da decisão final, se atrapalhou e acabou sendo desarmado por Lucas Fonseca. Aos 7 minutos, Wagner fez boa jogada partindo da esquerda para o centro, chegando na área o meia finalizou, mas a bola saiu ao lado do gol do Bahia.

Aos 19 do segundo tempo, Pikachu cobrou falta na cabeça de Andrey, que cabeceou nas mãos de Anderson, que não segurou e viu a bola entrar. Vasco 2 a 0. Faltava um para os vascaínos conseguirem ao menos levar o jogo para os pênaltis.

Depois de já ter conseguindo dois dos três gols que precisava, o Vasco se afobou e em nada ameaçou o Bahia. Aliás, o Bahia mais teve chances em contra-ataques do que o Vasco. Apesar do apoio da torcida, os atletas vascaínos não conseguiram se contagiar a ponto de marcarem o terceiro.

No fim do jogo, duas expulsões e muita confusão. Andrés Ríos subiu com o cotovelo e acertou Tiago, e o juiz o expulsou. A outra expulsão foi do lado baiano, Pikachu recebeu na linha direita e Léo Pelé exagerou na força e na vontade: mais um expulso. No mesmo lance, os jogadores do Bahia reclamaram de Pikachu ter deixado o braço no rosto de Édson. Com toda essa história, a confusão se formou. O juiz deu dois minutos de acréscimo, além dos seis que tinha dado antes, e gerou revolta por parte dos vascaínos.

Recém contratado, Maxi López estava presente em São Januário para assistir ao jogo do seu novo clube; ao lado, o presidente Alexandre Campello (Foto: Rádio Globo RJ/Rafael Marques)

O Bahia foi valente e jogou com raça, e segue vivo na competição, e volta a campo pela Copa do Brasil contra o Palmeiras nos dias 2 e 16 de Agosto. Pelo Brasileirão, o Bahia enfrenta a Chapecoense na próxima quinta-feira (19)). Já o Vasco tem um clássico também na quinta-feira contra o Fluminense, em São Januário

FICHA TÉCNICA

Escalação do Vasco: Martín Silva; Rafael Galhardo (Kelvin, 30’/1ºT), Breno, Ricardo Graça, Ramon (Henrique, 36’/1ºT); Desábato, Andrey, Pikachu, Wagner (Thiago Galhardo, 36/2ºT), Giovanni Augusto; Andrés Ríos. Técnico: Jorginho

Escalação do Bahia: Anderson; Nino Paraíba (Flávio, 14’/2ºT), Tiago, Lucas Fonseca, Léo; Gregore, Élton (Édson, 48’/2º T), Mena, Vinícius (Régis, 26’/2ºT), Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira

Gols: Yago Pikachu (33’/1ºT); Andrey (19’/2ºT)

Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Ocasião: Partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil de 2018

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.