Análise: São Paulo é eficiente, segura ímpeto do Flamengo e derrota líder dentro do Maracanã

Foto destacada: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Há mais de dois anos, o Flamengo, atual líder do Campeonato Brasileiro, não era derrotado dentro do Estádio do Maracanã. Na noite desta quarta-feira (18), o tabu foi quebrado pela equipe do São Paulo. A equipe paulista, comandada pelo técnico Diego Aguirre, venceu os cariocas por 1 a 0, com gol marcado pelo meia-atacante Éverton, comprado pelo tricolor juntamente aos rubro-negros recentemente. Com o resultado, o time treinado por Maurício Barbieri continua na liderança com os mesmos 27 pontos, mas agora vê o rival dessa noite isolado na vice-liderança com 26 pontos conquistados.

O jogo, no geral, foi bastante movimentado, com propostas bem definidas das duas equipes. Os donos da casa mostraram vontade de dominar o duelo, a partir do seu meio-campo bastante técnico, com Diego, Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá ditando o ritmo do jogo. Já os visitantes tentaram implementar o mesmo jogo que fez na maioria das partidas longe do Morumbi, tendo bom desempenho no âmbito defensivo e apostando na velocidade dos pontas e na qualidade de passe de Nenê.

O primeiro tempo não teve gols, no entanto algumas boas oportunidades foram desperdiçadas, de ambos os lados. O ímpeto de controlar o jogo pelo lado flamenguista foi bem evitado pela equipe de Diego Aguirre, que contava com boa partida de Jucilei, até o momento que ficou em campo, e Hudson, além do bom trabalho de marcação dos demais jogadores, com destaque para a ótima partida dupla de zaga são-paulina. O perigo flamenguista ao gol defendido por Sidão foi pelas jogadas aéreas, principalmente em cobranças de escanteio, já que o arqueiro ex-Botafogo tem evidentes problemas em saídas por cima.

Já pelo lado do tricolor paulista, a principal válvula de escape foi o estreante Joao Rojas, que foi bem no duelo contra Renê e fez ótimas jogadas pela ponta direita, quase fazendo um bonito gol depois de drible e finalização, que acabou sendo bem defendida por Diego Alves. Nenê, tanto na primeira etapa como na segunda, esteve abaixo do que apresentou nas últimas partidas. Liziero acabou entrando na vaga de Jucilei, que saiu com lesão muscular, e se entendeu bem com Hudson, também tendo bom desempenho. O jovem atacante colombiano Marlos Moreno foi um dos mais ativos do Fla nos 45 minutos iniciais, tentando dribles e arrancadas pelo lado esquerdo do ataque flamenguista.

Estreante, o equatoriano fez bom jogo na ponta direita do São Paulo e foi responsável pela assistência do gol (via Whoscored)

A parte final do confronto acabou sendo de ataque carioca contra defesa paulista, devido ao gol marcado pelo ex-Fla Éverton logo aos 3’ da segunda etapa. Após contra-ataque são-paulino dar errado, Hudson recuperou a bola e acionou Rojas pela direita, que cruzou para o camisa 22 colocar a cabeça e abrir o placar no Maracanã. Logo depois o atacante equatoriano, destaque da partida até então, sentiu e foi substituído por Araruna, que desempenharia função mais defensiva, que fez no jogo contra o América-MG, auxiliando Militão pelo lado direito.

Barbieri fez alterações, inicialmente colocando Uribe, na vaga de Marlos Moreno. O camisa 17 havia feito boa jogada pela ponta esquerda anteriormente, mas a entrada do também colombiano Fernando Uribe já era esperada e o ataque Uribe e Guerrero foi testado pelo treinador flamenguista. O novo camisa 20 do time carioca perdeu grande chance minutos depois de entrar na partida, após confusão dentro da área defendida por Sidão. O técnico realizou mais duas substituições, efetuando as entradas de Trauco e Matheus Savio, que jogaram pelas pontas, retirando do jogo Rômulo e Éverton Ribeiro, respectivamente.

Paquetá e Diego começaram a jogar sem o primeiro volante protetor e começaram a buscar a bola diretamente com os zagueiros, numa justa tentativa de Barbieri de chegar ao empate e quem sabe a uma virada. O camisa 10 e o camisa 11 não tinham atuação inspirada, mas tentavam bastante, acionando os pontos, finalizando de fora, tentando passes por dentro e cruzamentos por cima, já que tinham dois centroavantes dentro da área. O São Paulo em certos momentos vacilava e disponibilizava perigosos contra-ataques ao Flamengo, que não os aproveitou.

O Flamengo não teve uma atuação ruim e perdeu ótimas chances na segunda etapa, o São Paulo que foi mais eficiente e demonstrou novamente sua força dentro do torneio nacional. Há de se destacar a solidez defensiva tricolor e a compactação e união dos jogadores dentro do campo. Os atletas são-paulinos, ao contrário dos flamenguistas, sentiram o período sem jogos e denunciaram com muita reclamação de câimbras. Não se deve fazer terra arrasada no Ninho do Urubu, já que derrotas como essa ocorrem dentro de um campeonato tão competitivo. Na próxima rodada, o Fla tem clássico contra o Botafogo no próximo sábado, às 19h, enquanto o São Paulo recebe o Corinthians, também no sábado, às 21h.

Via Whoscored

Estatísticas (por 365Scores):

7d4f98b0-1379-4b16-9ec8-afd7c147a1f1

fdb58374-7a4e-427b-96c6-20dc922c416b

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.