Análise: Bahia passeia no BA-VI, goleia o rival Vitória e alivia pressão

O Tricolor de Aço venceu o primeiro BA-VI na Série A 2018 e afastou a pressão com muita festa na Arena Fonte Nova

FONTE: Divulgação / Esporte Clube Bahia

Pressionado, o Bahia recebeu, na tarde deste domingo (22), o arquirrival Vitória para protagonizar o primeiro BA-VI da Série A nesta edição. O Tricolor de aço não deu chance ao Leão e “brocou” para cima dos rivais aplicando uma histórica goleada de 4 tentos a 1. Os gols foram marcados por Zé Rafael, Vinícius, Tiago e Gilberto. Pelo lado do Vitória, Lucas saiu do banco e descontou para os rubro-negros.

O Jogo

No primeiro BA-VI do Campeonato Brasileiro de 2018, as duas equipes chegaram pressionadas e buscaram a vitória para se afastar da zona do rebaixamento. O Bahia, recepcionado pela torcida organizada no aeroporto no meio de semana, vive um ambiente conturbado diante do seu torcedor. O Vitória, um pouco à frente do rival na tabela, buscava o triunfo no clássico para se consolidar da competição e foi quem deu o primeiro susto. Neílton roubou a bola dos tricolores e acionou Bou, que chutou forte para a boa defesa do goleiro Anderson.

Com as equipes se estudando durante os dez primeiros minutos, o Bahia resolveu se impor. Aos 10 minutos, Vinícius arriscou de fora da área e Elias se atrapalhou, mas fez a defesa. Em mais duas oportunidades, o Bahia chegou com perigo em jogadas de Vinicius, encurralando os rubro-negros em se campo de defesa. Aos 15, o Bahia chegou ao seu primeiro gol, e que golaço! Em boa jogada de Léo, que lançou para Zé Rafael, o meio-campista bateu cruzado, pelo lado esquerdo e encobriu o goleiro adversário acertando um belo chute colocado.

Aos 24 minutos do 1º tempo, Zé Rafael invadiu a área e foi parado com falta. O juiz não teve dúvida e assinalou penalidade marcando-a a favor do Bahia. Na cobrança, Vinícius partiu para a bola e o goleiro Elias defendeu, mas no rebote, o próprio Vinícius tratou de empurrar para o fundo do gol concertando a cobrança. Bahia ampliando o placar na Arena Fonte Nova.

Com o resultado negativo, o Leão sentiu o golpe e deu campo ao adversário, que passou a criar ainda mais jogadas ofensivas, crescendo na partida. Aos 29, Léo recebeu o lançamento e mandou na área, mas a zaga do Vitória afastou. No minuto seguinte, mais uma chegada do Bahia – que a essa altura do jogo, mandava no clássico -, chegou mais uma vez. Zé Rafael aproveitou corte parcial da defesa, após escanteio, e por muito pouco não marcou mais um golaço, o que seria o seu segundo no jogo.

O Vitória tentou reagir com Kanu, que quase marcou de letra, em jogada de Filippe Soutto. Aos 40 minutos, mais uma descida perigosa do Bahia. De pé em pé, Zé Rafael achou Gilberto, que não conseguiu concluir.

A goleada e o gol de honra do Vitória

Na volta do segundo tempo, o que se esperava era que o Vitória saísse para o jogo em busca da reação. Por outro lado, com o resultado parcialmente construído, o Bahia não se acomodou, foi pra cima do rival e aplicou uma goleada do Leão.

Antes de chegar ao terceiro gol, o Tricolor chegou ao ataque rival por mais três oportunidades. O Vitória, apenas uma vez. Mesmo mexendo na equipe duas vezes – entraram Lucas e Yago e saíram Jeferson e Bou -, o Bahia ampliou o placar para 3 a 0. Acionado no ataque, o zagueiro Tiago aumentou a vantagem para o Bahia, com apenas 20 minutos da etapa complementar.

Sem nenhum poder de reação, o Vitória não assustou o Tricolor, que logo em seguida, apimentou o clássico marcando o quarto gol do BA-VI. Gilberto, – que estreou na rodada passada e marcou o gol no empate diante da Chapecoense -, fez o seu segundo gol com a camisa do Bahia. A jogada foi construída pelo lado esquerdo, mais uma vez com Zé Rafael, que tocou cruzado para o atacante chutar consciente para o gol e concretizar a vitória do Tricolor de Aço.

O Vitória chegou ao gol de honra, com Lucas. Lançado pro Bryan, aos 28 minutos do segundo tempo. Reação essa que foi freada pelos tricolores, que com muita superioridade, até numérica com a expulsão de Bryan, dominaram os rivais.

Com o resultado final em 4 a 1, o Bahia assumiu a 13º colocação na Série A, ultrapassando o próprio Vitória, agora 14º.

O próximo duelo do Leão é contra outro Leão, o Sport Recife, em casa, pela 15º rodada da Série A, na próxima quinta-feira (26), às 19:30, no Barradão. Já o Bahia, enfrentará na próxima quarta-feira (25) a equipe uruguaia Cerro AC, pela Copa Sul-americana, jogo que acontece na Fonte Nova, às 21:45.

Destaque

Com mais uma atuação brilhante, Zé Rafael foi o articulador da goleada Tricolor diante dos rivais.

Escalações

O mandante, Bahia, mandou a campo: Anderson; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca, Léo; Gregore, Elton, Zé Rafael, Vinícius; Edigar Júnio e Gilberto. Técnico: Ederson Moreira.

Suplentes: Fernando, Grolli, Everson, Mena, Edson, Nilton, Flávio, Allione, Régis, Marco Antônio, Élber, Júnior Brumado.

Já o Vitória, visitante da tarde, foi escalado com: Elias; Jeferson, Kanu, Aderllan, Bryan; Arouca, Fillipe Soutto, Luan, Neilton; Erick e Walter Bou. Técnico: Vagner Mancini.

Suplentes: Ronaldo, Lucas, Benítez, Farias, Lucas Fernandes, Guilherme, Wallyson, Ramon, Ruan Renato, Meli, Yago, Bruno Gomes.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.