Em partida fraca tecnicamente, Vitória supera erros, vence Sport e se afasta do Z-4

Na noite desta quinta-feira (26), no duelo válido entre leões rubro-negros pela 15ª rodada do Brasileirão, o Vitória superou o Sport por 1 a 0 no Barradão, e sai aliviado na luta contra o rebaixamento. Por sua vez, cada vez mais, os pernambucanos se aproximam do Z-4 , e o sonho de disputar a primeira parte da tabela fica mais distante. O principal motivo está no fraco futebol demonstrado no retorno da competição e contra o rival baiano, que levou quatro gols no clássico Ba-Vi. O Leão da Barra não se importou e aproveitou os erros cometidos da equipe recifense, que fez um bom primeiro tempo, porém caiu de rendimento e chega à terceira derrota consecutiva.

O Leão da Ilha terá tarefa complicada na próxima rodada para recuperar os pontos desperdiçados, ao visitar o Maracanã para enfrentar o líder Flamengo, no próximo domingo (29) às 16h. No mesmo horário, os baianos saem de Salvador e viajam à Curitiba com a meta de surpreender o Atlético Paranaense e dar seguimento na boa fase

Sport desperdiça oportunidades

O Vitória iniciou a partida com o controle da bola, porém sem criar grandes oportunidades. Assim como nas melhores partidas da equipe no Brasileiro, o Sport apostou nos contra ataques. O estilo de jogo defensivo se mostrou mais eficiente. O rubro negro pernambucano aproveitou a fragilidade da defesa mandante e obteve as melhores chances do primeiro tempo. Já o time rubro-negro baiano apresentava problemas em passar do meio de campo. Muitas oportunidades dos pernambucanos surgiam a partir dos erros da equipe dona da casa. Assim Felipe Bastos roubou a bola após passe errado, e deu passe em profundidade para Michel Bastos, que chutou por cima de Ronaldo e desperdiçou a melhor oportunidade do Leão da Ilha.

Vitória aproveita erros do Sport

No segundo tempo, o Vitória voltou a campo exercendo maior pressão e mais presente no ataque. Mesmo sem mostrar grande variação de jogadas, os baianos apostavam em um possível erro de posicionamento do adversário pernambucano. Enquanto isso, o Sport não criou mais chances de contra ataque e sem repetir a boa atuação da primeira etapa. Aos 16, a aposta dos baianos foi confirmada após jogada individual de Erick quando arrematou rasteiro, sem marcação, na direção do goleiro Magrão.

Sem demonstrar poder de reação, o Sport permaneceu abaixo ofensivamente. Hygor, Carlos Henrique, Marlone e Michel Bastos pouco incomodava a frágil defesa da Barra. A prova da desorganização no ataque apareceu a partir do momento que o volante Fellipe Bastos precisou aparecer na função de meia atacante. Apesar de bons ataques, como no chute de Hygor após invertida de Marlone para Michel Bastos, a pressão pernambucana não foi suficiente para igualar o marcador.

WhatsApp Image 2018-07-27 at 00.12.42
Foto: Divulgação/EC Vitória
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.