Em partida de ida pela Copa do Brasil, Raniel brilha e Cruzeiro faz festa na Vila

(Foto destacada: Vinnicius Silva / Cruzeiro)

Nesta quarta-feira (1º), Santos recebeu o Cruzeiro na Vila Belmiro, pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil 2018. Os mineiros levam para Belo Horizonte um placar favorável de 1 a 0, com gol marcado por Raniel, que entrou no segundo tempo.

O jogo contou com a estreia do VAR em competições nacionais, já que a ferramenta havia sido utilizada em 2017, nas finais do Campeonato Pernambucano disputado por Sport e Salgueiro.

Cerca de 7 mil torcedores estiveram presentes para assistir a partida entre Santos e Cruzeiro, que carregava um peso pela história dos clubes no futebol brasileiro, mas, quem foi ao estádio, principalmente, os santistas estiveram perto da vitória em alguns minutos do segundo tempo e receberam um balde de água fria com o gol marcado pelo adversário.

29922520528_791c406feb_z
Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro

A Celeste nunca está morta

O técnico Mano Menezes abusou e foi bastante feliz na montagem da estratégia da sua equipe para o jogo. Nos minutos iniciais, Cruzeiro deixou o Santos propôr o jogo, mas optou em utilizar uma forte marcação alta no campo de defesa dos santistas. Dando a bola ao adversário, fez com que o time cercasse cada passe dado pelo Peixe e em uma bobeada alvi-negra, o time mineiro montou rápido contra a ataque explorando a habilidade do uruguaio De Arrascaeta.

O jogo contou com poucas faltas, porém, os times esbanjaram passes errados. Em 45 minutos da primeira etapa, foram dados poucos chutes a gol e apenas uma chance clara. Santos acabou se complicando no meio campo, na marcação ao adversário, Renato, Pituca e Alison não conseguiram conter Thiago Neves e Arrascaeta, mas Vanderlei mostrou ser o excelente goleiro que todos conhecem, para evitar que o time da casa fosse para o intervalo com um placar desfavorável.

No segundo tempo, entrou em campo um Santos totalmente diferente dos 45 minutos iniciais. O Peixe manteve posse de bola chegando a 80%, Rodrygo e Copete (acionado na segunda etapa) deram trabalho à consistente defesa celeste. Aos 33 minutos, Fábio precisou entrar em ação para praticar uma grande defesa em uma finalização de Gabriel, parecia que o gol do Santos estava perto. Apenas parecia! Dois minutos depois, Raniel recebeu na entrada da área, girou e chutou no cantinho, Vanderlei tentou mas a bola foi morrer no fundo da rede, Cruzeiro 1 a 0.

O VAR foi acionado aos 11 minutos do segundo tempo, em jogada de Gabriel onde caiu na área após reclamar de falta sofrida por Lucas Romero. O árbitro Wilton Pereira Sampaio prontamente cumpriu a orientação da Fifa, deu início a jogada. Quando a bola saiu, Wilton Pereira paralisou a partida para ouvir as declarações dos assistentes sobre o lance e confirmou jogada normal, o pênalti não foi marcado.

Escalações

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Dodô; Diego Pituca (Copete), Alison e Renato (Daniel Guedes); Bruno Henrique, Gabriel e Rodrygo. Técnico: Cuca.

Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Silva, Henrique e Robinho (Rafael Sobis); Thiago Neves, Arrascaeta e Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.