Náutico bate ABC e garante presença no mata-mata da Série C

O artilheiro Ortigoza e o prata da casa Luiz Henrique brilharam e decidiram para o Timbu em duelo difícil contra os potiguares

 

Pela 17ª rodada da Série C, Náutico e ABC se enfrentaram na Arena Pernambuco em jogo com caráter decisivo. Para os donos da casa, valia a classificação com uma rodada de antecedência para o mata-mata decisivo, já para os visitantes, um triunfo significaria a entrada na zona de classificação.

Com gols apenas na etapa final, marcados pelo artilheiro Ortigoza e pelo volante Luiz Henrique, revelação alvirrubra que vem se destacando bastante na temporada, os pernambucanos conseguiram a vitória e a classificação para a próxima fase. O resultado levou o Timbu aos 30 pontos, assumindo provisoriamente a liderança e tendo que torcer para que o Atlético-AC não vença o Confiança no Florestão para ir para a última rodada dependendo apenas de si para acabar em primeiro do grupo A.

Já o Elefante, com a derrota, se complicou na briga pelo acesso. Se manteve com 21 pontos, na 5ª posição, deixando escapar a chance de entrar no G4 e, caso Botafogo-PB (encara o Globo fora de casa) e Santa Cruz (encara a Juazeirense fora de casa) pontuem na rodada, dá adeus à vaga na segundona nacional de 2019.

Náutico começa melhor, ABC cresce, mas placar não sai do 0

Diante de seu torcedor, o Náutico iniciou a partida se impondo. Encurralando a equipe do Rio Grande do Norte, os Alvirrubros balançaram as redes já aos 17 da primeira etapa, com Wallace Pernambucano aproveitando cruzamento de Robinho, mas o gol foi bem anulado.

O lance animou os mandantes, que apesar do volume de jogo predominante, não vinham conseguindo criar oportunidades reais de gol. Porém, a partir daí, os espaços começaram a aparecer, e o goleiro Edson precisou salvar os Alvinegros aos 19, em chute de Robinho. Aos 28 foi a vez de Dudu ter uma boa oportunidade, recebendo cruzamento de Assis, mas não conseguiu acertar a bola em cheio e desperdiçou a chance.

Com dificuldades para realizar seu jogo, o ABC só cresceu no fim da primeira etapa. A primeira boa chance saiu dos pés de Henrique, em cobrança de falta de longa distância aos 30 minutos, que contou com desvio e parou na trave de Bruno. Aos 39, Arez teve a grande oportunidade potiguar no jogo, quando saiu cara a cara com o arqueiro timbu, e mesmo com dois companheiros dando opção ao lado, decidiu chutar em gol e finalizou mal, jogando fora o lance mais claro de gol do primeiro tempo. O Náutico voltou a tentar nos acréscimos, mas Wallace Pernambucano mandou para fora após girar e chutar de primeira dentro da grande área.

Timbu aproveita expulsão de Anderson Pedra e garante vitória em jogo duro

O ABC voltou para a segunda etapa melhor, tal como havia terminado a primeira. Ainda no primeiro minuto de jogo, Rodrigo Rodrigues arriscou e obrigou Bruno a fazer boa defesa. Pouco depois foi a vez de Higor Leite assustar em dois cruzamentos que contaram com falhas do goleiro e da zaga adversária, mas o gol não saiu.

Aos 9 minutos, Bruno, que já havia sido decisivo para os recifenses no jogo e que faz excelente temporada, saiu machucado, dando lugar a Luiz Carlos no gol alvirrubro. Diante da pressão exercida pelos visitantes, esperava-se que a entrada do goleiro reserva do Náutico abrisse caminho para novas investidas alvinegras, testando o arqueiro, mas a substituição que fez diferença na partida foi a entrada de Ortigoza no lugar de Wallace Pernambucano, aos 15 minutos, aliada à expulsão do volante Anderson Pedra três minutos depois.

Com um homem a menos no meio de campo, o ABC diminuiu seu ritmo e viu a estrela do paraguaio voltar a brilhar. Depois de ver sua equipe ficar no quase em tentativa de Robinho aos 23, Ortigoza aproveitou rebote do goleiro Edson no chute de Josa para mandar pro fundo das redes e abrir o placar na Arena. O artilheiro teve outra grande chance dois minutos depois, mas cabeceou por cima. Aos norte-riograndenses, restou se arriscar, sem sucesso, sofrendo o golpe de misericórdia aos 43, quando Luiz Henrique fuzilou o gol de Edson e deu números finais à partida, garantindo a equipe de Pernambuco no mata-mata da terceirona.

 

Imagem: Léo Lemos / Clube Náutico Capibaribe

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.