Com Borja inspirado, Palmeiras vence Cerro Porteño fora de casa e encaminha classificação

Foto destacada: Cesar Greco/Agência Palmeiras

 

O Palmeiras garantiu um ótimo resultado no confronto de ida pelas oitavas de final da Libertadores da America. O jogo foi realizado nesta quinta feira (09) no estádio General Pablo Rojas no Paraguai casa do Cerro Porteño. A vitória por 2×0 dará tranquilidade para a equipe no jogo de volta. Borja, autor dos dois gols do jogo chegou à vice-artilharia da competição com oito gols marcados.

O jogo começou nervoso. Logo no primeiro minuto da partida o juiz mostrou um cartão duvidoso para Moises. O atleta dividiu uma bola com jogador do Cerro Porteño e acabou amarelado. Logo em seguida Diogo Barbosa cometeu falta em Churín.

A equipe da casa tentava explorar a velocidade de Raul Cáceres pelas pontas. O Palmeiras no 4-4-2; esquema preferido de Felipão, tinha Moises e Borja pressionando na frente. Dudu, Hyoran, Felipe Melo e Bruno Henrique completava o meio-campo. O Cerro Porteño era quem tentava agredir na partida. O Palmeiras era mais prudente e se preocupava em marcar.

O jogo era muito físico e dificultava a vida do Palmeiras na frente, que tinha poucas chances. Em uma delas Dudu apareceu em boa posição na área paraguaia e cruzou. Marcos Cárceres afastou perigo. Aos 28 minutos foi a vez do Cerro Porteño levar perigo. Rodrigo Rojas recebeu dentro da área, dominou e mandou à bomba, a bola saiu por cima da meta alviverde. O lance mais perigoso da primeira etapa ate então. Na sequência Dudu obrigou o goleiro Antony Silva a fazer boa defesa.

O jogo era equilibrado, nenhumas das equipes criavam a ponto de apresentar uma superioridade. Por momentos a equipe da casa confundia a marcação alviverde com sua velocidade e era mais perigosa. Sem criação o Palmeiras quando tinha bola era lento na transição e tinha dificuldade de quebrar as linhas de marcação da equipe da casa. O jogo se desenrolava sem muita emoção. As equipes não eram competentes na criação de jogadas e foi assim até o fim primeiro tempo.

Um jogo morno com apenas seis finalizações. Um  primeiro tempo, sem muitas oportunidades. O Cerro mesmo jogando em casa não conseguia pressionar o Palmeiras que tinha atenção defensiva redobrada e não levava muito perigo ao gol paraguaio.

O inicio da segunda etapa teve uma falta no primeiro minuto, assim como no primeiro tempo, mas desta vez a falta foi a favor do Palmeiras. Jorge Rojas fez a carga  em Dudu na esquerda. O próprio Dudu cobrou na área, a defesa do Cerro falhou, a bola sobrou para o artilheiro Borja abrir o placar. 1×0 Palmeiras logo nos primeiros minutos da segunda etapa. Festa palmeirense no Paraguai.

O Cerro tentou responder com o lateral esquerdo Acosta. O jogador recebeu boa bola e cruzou em cima de Myke. A bola bateu na mão do lateral palmeirense. Os jogadores paraguaios reclamaram de pênalti e o juiz mandou seguir. O Cerro Portenõ insistia na procura por espaço na defesa alviverde. Com mais posse  assim como no primeiro tempo, a equipe da casa  permanecia com dificuldade de criar e já não conseguia encontrar seus jogadores de velocidade com liberdade pelas pontas.

Melhor após o gol, o Palmeiras esperava a equipe da casa no campo defensivo e marcava melhor, o que obrigava o futebol direto da equipe azul grená. O time paulista não queria se expor e esperava uma oportunidade no contra ataque que veio em um lance de esperteza do goleiro Weverton. O arqueiro palmeirense ligou Diogo Barbosa que colocou velocidade e tabelou com Borja. O lateral esquerdo chutou cruzado e o goleiro paraguaio espalmou, a bola sobrou com camisa 10 Moises que deu belo passe para Borja marcar mais um no jogo e  ampliou o placar. 2×0 Palmeiras jogando fora de casa.

O Cerro levou perigo aos 35 minutos do segundo tempo em bola alçada na área, mas Felipe Melo chegou com Antonio Carlos e afastou. A boa marcação do Palmeiras impedia a equipe da casa de pressionar e criar volume no jogo, inteligente a equipe de Scolari esfriava a partida e procurava não correr rico. A equipe sabia a importância do resultado.

Sem conseguir penetrar a defesa palmeirense que não foi vazada desde a chegada de Felipão, a equipe paraguaia esboçava uma pressão, mas não conseguiu fazer valer seu mando de campo. Novick ainda arriscou um chute que passou perto do gol de Weverton, mas foi só. Agora terá que correr atrás do prejuízo em São Paulo.

O Palmeiras dá um passe importante para a classificação com a vitoria por 2×0 fora da casa; Borja foi o homem da noite ao marcar os dois gols do jogo.foi o 8° gol do colombiano na competição. A melhora do Palmeiras no segundo tempo resultou em um resultado importante para os objetivos da equipe e traz tranquilidade para Felipão.

As equipes agora se enfrentam no dia 30 de agosto, no Allianz Parque em São Paulo. O confronto está marcado para as 21:45H. Com o resultado obtido fora de casa o Palmeiras poderá até perder por um gol de diferença que terá sua classificação garantida.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.