Com direito a gol de Diego Souza, São Paulo se impõe na Ilha do Retiro e vence Sport

Em uma partida de times com realidades distintas, Sport e São Paulo se enfrentaram neste domingo (12), na Ilha do Retiro, em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. Deu a lógica; o Tricolor Paulista se aproveitou das muitas falhas do sistema defensivo da equipe rubro-negra e venceu sem dificuldades por 3 a 1, com gols de Diego Souza, Nenê e Tréllez. Marlone descontou para o Sport. Com o resultado, o time da casa se aproxima cada vez mais da zona de rebaixamento, enquanto os visitantes continuam na liderança.

Sport sem compactação, São Paulo inspirado

Para enfrentar o líder do campeonato, o técnico Claudinei Oliveira iniciou a partida com três volantes; Fellipe Bastos, Deivid e Ferreira compunham o setor, com Gabriel mais a frente na armação de jogadas. Se o comandante rubro-negro pensava em ter mais poder de marcação, sua estratégia não deu certo. Nenê e os volantes tinham bastante liberdade para criar chances para que Diego Souza aproveitasse na frente.

7217_crop_galeria
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Outro grande problema defensivo do Sport eram as laterais. Sander e Claudio Winck deixavam muitos espaços em suas costas, mesmo sem atacar muito. Mas não foi culpa direta deles no primeiro gol do São Paulo. Gabriel errou de forma infantil na direita e deixou um buraco, Everton aproveitou, partiu para cima e mandou na medida para Diego Souza, que enganou Magrão e colocou no fundo do barbante. Na comemoração, um coração para a torcida rubro-negra.

Ofensivamente, o Sport também era nulo. Gabriel, Rafael Marques e Carlos Henrique não faziam nada que pudesse assustar o goleiro Sidão. Pelo contrário, os três juntos só deram um chute em toda a primeira etapa. Já o Tricolor Paulista era sempre perigoso, principalmente pela movimentação de Rojas e Everton. Nenê, mais uma vez, foi destaque positivo, carimbando todas as bolas que passavam pelo meio.

Liderança confirmada

Como não deu resultado o esquema utilizado nos primeiros 45 minutos, Claudinei abdicou dos três volantes, sacando Ferreira e colocando Rogério. Rafael Marques, completamente inoperante, também saiu para a estreia de Morato. Nem deu tempo de fazer algo diferente porque o São Paulo rapidamente ampliou em bela jogada de Rojas para Nenê entrar dentro da área e bater no cantinho, sem qualquer chance para Magrão.

Capturar
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Após isso, o Sport melhorou e passou a chutar mais ao gol, mas nada que fizesse com que Sidão precisasse fazer grandes defesas. Marlone entrou no lugar de Carlos Henrique e também deu mais movimentação. Ao lado de Morato, mesmo jogando pouco tempo, foi um dos melhores da equipe. Tanto que foi dele o gol de falta, após desvio na barreira. Parecia que o gol daria ânimo ao time, mas Tréllez tratou de dar um ponto final, matando o jogo e garantindo assim, a liderança tricolor.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.