É DECISÃO! Santa Cruz defende vantagem contra Operário para confirmar acesso à Série B

Chegou a hora, torcedor! Na tarde deste domingo (26), às 15h, Santa Cruz e Operário decidem seus futuros na Série C, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa/PR. Após vencer o jogo de ida no Arruda por 1 a 0, a Cobra Coral pode até empatar para assegurar a vaga entre os quatro primeiros que sobem de divisão. Ao contrário das edições anteriores, não existe gol fora como critério de desempate. Caso os paranaenses vençam por um tento de diferença, o acesso será decidido nos pênaltis.

Por sua vez, o Fantasma precisa ganhar por dois gols para reverter a vantagem tricolor, e considera no fator mandante como aposta. Nas 18 partidas disputadas no Germano Krüger ao longo de 2018, seja em estadual ou Série C, os paranaenses seguem invictos: foram 15 vitórias e três empates. A força como mandante contribuiu também no título da Série D em 2017, quando o time ganhou sete jogos e perdeu apenas um.

Desfalques importantes deixam dúvidas na mente do treinador alvinegro

Durante a semana, o treinador do Operário, Gerson Gusmão, não deu indícios sobre qual seriam os onze que iniciam a decisão contra o Santa Cruz. Entretanto, não pode esconder que deve mudar o time, ao menos, duas vezes. Isso porque o volante Índio apresenta lesão muscular sofrida no jogo de ida, e o atacante Bruno Batata está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Titular em boa parte da competição, Erick entrou no lugar de Índio durante a partida de ida e deve voltar ao time titular. O meio-campista precisou começar entre os reservas pois estava recém-recuperado de uma pancada no rosto sofrida contra o Bragantino.

A vaga para o ataque está mais disputada. Com as mesmas características do companheiro, brigador e homem de referência, Schumacher é favorito para iniciar o jogo. Centroavante nato, começou titular na Série C e fez dois gols, mas perdeu espaço na chegada de Batata. Outra opção é Quirino, mais veloz e dinâmico, pode revezar a função no ataque com Lucas Batatinha. No Arruda, o atacante entrou no segundo tempo, e também pode ser visto pelo técnico operariano como alternativa para mudar o estilo de jogo. A última possibilidade, menos provável, porém possível, seria Gerson Gusmão optar por um esquema com três meio-campistas, com Robinho ocupando o lugar.

schumacher
Schumacher é o favorito para substituir Bruno Batata. Foto: José Tramontin/ OFEC

Sem problemas no time, Roberto Fernandes faz mistério

Roberto Fernandes adotou a mesma estratégia do rival e não deu pistas sobre como escolheu montar a equipe na decisão. Sem suspensões ou lesões, o treinador tricolor está a vontade para pensar de que forma vai iniciar a partida. Se quiser, pode repetir o mesmo esquema e escalação do último domingo. Excepcionalmente, porém, a situação talvez peça outra forma de jogar. “Como vou facilitar qualquer aspecto da vida do adversário? Testamos opções com três zagueiro, sim. É uma possibilidade. O mais importante que posso passar para vocês e para o nosso torcedor é o seguinte: a equipe está preparada e nós vamos para o jogo com o que temos de melhor para situação que vamos encontrar lá”, disse o técnico em entrevista coletiva.

Ainda que Roberto Fernandes tenha citado os três zagueiros, a chance do Tricolor entrar em campo desta forma é muito pouca. Fora o pequeno tempo de treino, os jogadores não estão habituados, já que nenhum treinador que passou pelo Tricolor nesta temporada testou algum esquema do tipo. Outra possibilidade é a entrada do volante Charles no lugar de Carlinhos Paraíba ou Arthur Rezende. Apesar de perder a qualidade no passe, o Santa Cruz ganha mais contenção e força.

Sobre o duelo, o comandante tricolor destacou a dificuldade que será jogar em um estádio acanhado, somado à qualidade da equipe paranaense.

“De todos os confrontos, todos os jogos dessa briga pelo acesso, nenhum tem mais a cara de um acesso de Série C do que esse aí. Jogo do Náutico na Arena, Botafogo-SP em estádio amplo, nós vamos para um alçapão, onde favorece choque, catimba. Mas o Operário-PR não limita a isso não, é uma equipe também tecnicamente muito boa e com bons jogadores. Considero pelo menos no mesmo nível técnico do Santa Cruz”, comentou Roberto.

charles
Caso queira optar por um jogo mais pegado, Roberto Fernandes pode optar pelo volante Charles. Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Prováveis escalações

Operário/PR: Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Erick, Xuxa e Cleyton (Robinho); Lucas Batatinha e Schumacher (Quirino). Técnico: Gérson Gusmão

Santa Cruz: Ricardo Ernesto; Vítor; Danny Morais e Allan Vieira; Willian Maranhão, Carlinhos Paraíba (Charles) e Arthur Rezende (Charles); Jailson, Robinho e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes.

Brasileirão-Série-C
Foto: Divulgação/CBF
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.