Sport viaja ao Rio de Janeiro em busca de vitória contra o Botafogo para espantar a má fase

O rubro-negro pernambucano amarga oito jogos sem vitórias na série A com apenas 1 ponto ganho desde a volta do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo  

Treino 24/8/2018

Foto: Williams Aguiar/ Sport Club do Recife

O momento não é bom para o Sport. Crise política, troca de treinadores, salários atrasados e a falta de bons resultados têm transformado os bastidores do Leão em uma panela de pressão. Mais uma vez, o rubro-negro da Ilha, buscará segurar a queda livre que já dura 10 jogos. Visando não entrar na zona de rebaixamento, o clube pernambucano visitará o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, neste sábado (25), às 21h, atrás da vitória para se afastar da zona da degola.

Se não bastasse o momento atual – o time ocupa a 16ª posição no campeonato, com 20 pontos, e tem a segunda pior defesa com 32 gols sofridos -, o elenco leonino ainda enfrentará o histórico de 24 anos sem vencer o alvinegro carioca no Rio de Janeiro.

O técnico Eduardo Baptista fará seu terceiro jogo no comando do Sport. A condição atual do Leão não é novidade para o comandante que, em 2015, também passou 10 jogos sem vencer a frente do clube, porém, ele enxerga o momento atual mais complicado que o de sua última passagem.

“Hoje, o momento talvez é um pouco mais difícil. A gente não tinha tantas derrotas assim no campeonato e era um time que jogava há quase dois anos juntos. Tinha uma espinha dorsal parecida. Eu conhecia os atletas a fundo. E saímos da situação só com trabalho. O time soube aceitar as críticas, corrigir e trabalhar”, pontua Eduardo.

Em 2015, foram quatro derrotas e seis empates, nos 10 jogos de jejum. Em 2012, temporada com o maior sequência sem vitórias – 11 jogos (sete derrotas e quatro empates) – o Sport acabou rebaixado para disputar a série B do nacional.

43795845711_b9507bfa34_h

Foto: Williams Aguiar/ Sport Club do Recife

Para o confronto, os comandados de Eduardo Baptista irão desfalcados dos dois laterais titulares. No jogo contra o América-MG, Cláudio Winck e Sander receberam o terceiro cartão amarelo. Ernando deverá ser deslocado para uma das duas laterais, caso jogue Gabriel, Ernando jogará pela esquerda, caso jogue Jean, o zagueiro ocupará a faixa direita. Para essa opção pesa o fato do atleta ter jogado improvisado como lateral entre 2015 e 2017, com quatro técnicos no Internacional. Além disso, o atacante Rogério também volta após suspensão automática cumprida no jogo da última quarta-feira.

Botafogo

O Botafogo também não vive boa fase. O alvinegro de General Severiano na sabe o que é vencer há cinco rodadas. Para o confronto, o técnico Zé Ricardo não poderá contar com o lateral-esquerdo Moisés, expulso contra o Palmeiras, além de Kieza, Rodrigo Lindoso e Renatinho, lesionados. O zagueiro Joel Carli e o meio-campista Léo Valencia voltam à equipe e o recém-apresentado Erik, vindo do Palmeiras, foi relacionado e pode fazer sua estreia.

Ficha Técnica:

Local: Nilton Santos (Engenhão), Rio de Janeiro

Data: 25.08.2018

Horário: 21h

Botafogo: Saulo; Marcinho, Igor Rabello, Joel Carli e Gilson; Jean, Matheus Fernandes e Léo Valencia; Pimpão, Luiz Fernando e Brenner. Técnico: Zé Ricardo.

Sport: Magrão; Gabriel (Ernando), Ronaldo Alves, Durval e Ernando (Jean); Ferreira, Deivid e Marlone; Morato, Rogério e Hernane Brocador. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitragem

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF);

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira (DF)

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.