Com gol de Thiago Neves, Cruzeiro vence o Corinthians e larga em vantagem pelo título da Copa do Brasil

Com o placar mínimo conquistado, a Raposa fica a um empate do título; Corinthians vai ter que vencer os mineiros para ficar com a taça 

Sem título
Thiago Neves marca e se torna o artilheiro do Cruzeiro na temporada 2018. (FOTO: Divulgação / Cruzeiro Esporte Clube)

 

Na noite desta quarta-feira (10), o Cruzeiro recebeu, no Mineirão, a equipe do Corinthians para decidir o título de campeão da Copa do Brasil 2018. Tomando as ações do jogo do início ao fim da partida, os mineiros só conseguiram marcar um gol no adversário e vão para São Paulo com uma pequena vantagem na bagagem. O gol foi marcado por Thiago Neves, no fim do primeiro tempo.

 

O JOGO

Como era de se esperar, o Cruzeiro tomou as ações do jogo e com um ritmo efetivo, pressionou o Corinthians até abrir o placar, mas não foi fácil. Jogando longe de casa, o Timão se defendeu como pôde, mas cedeu o gol no fim do primeiro tempo. Destaque da partida, Thiago Neves – que cresce em decisões – marcou para os mineiros. Dos males o menor; o Corinthians vai decidir em casa, e por só ter tomado um gol, deixa a decisão completamente aberta. Com o apoio da sua Fiel torcida, o Cruzeiro não terá vida fácil em São Paulo. Qualquer derrota para os paulistas, a Raposa vai ficar sem o título, seja nas penalidades, ou dentro dos 90 minutos.

 

PRIMEIRO TEMPO: SOBERANO, CRUZEIRO ABRE O PLACAR NO FIM DO PRIMEIRO TEMPO

Cm uma postura igualmente adotada diante do confronto nas semifinais, contra o Flamengo, o Corinthians chegou ao Mineirão disposto a ceder a posse de bola ao Cruzeiro e se defender como poderia, jogando apenas nos contra-ataques. Ao Cruzeiro, coube a missão, então, de propor o jogo e em um ritmo acelerado, sempre chegando com perigo com Thiago Neves e Rafinha (poucas vezes com Barcos), furar o bloqueio corintiano. O time paulista bem que tentou ensaiar algumas descidas em velocidade, mas a bola era sempre recuperada no meio campo azulino.

Gigante em decisões, Thiago Neves brilhou mais uma vez; tentou de todos os jeitos, seja com passes ou sendo o próprio atacante dentro da área. Acertou um tiro certeiro no travessão de Cássio e, no fim do primeiro tempo, desviou de cabeça para as redes do Corinthians, aos 45 minutos.

Sem título2.png
Jogadores do banco de reservas comemoram o gol marcado pelo Cruzeiro, no fim do primeiro tempo. (FOTO: Divulgação / Cruzeiro Esporte Clube)

 SEGUNDO TEMPO: CRUZEIRO NO MESMO RITMO DO PRIMEIRO TEMPO, MAS CAI DE PRODUÇÃO E VÊ O CORINTHIANS CRESCER

A troca de lados foi o único fator diferencial do primeiro para o segundo tempo. No mesmo ritmo, o Cruzeiro dominou as ações ofensivas – com 10 chutes a gol contra apenas 3 do timão, bem que tentou ampliar a vantagem, mas não conseguiu e viu o Corinthians crescer de produção, com as entradas de Pedrinho e Emerson Sheik, que com a bola nos pés, tabelavam na entrada da área, aumentando a posse de bola a seu favor, chegando a estar com 52% a seu favor, contra 48%, dos mandantes.

A Raposa tentou de todos os jeitos aumentar a vantagem, mas quando não era Cássio, a defesa afastava o perigo. Raniel, David e Rafael Sobis foram acionados, mas as alterações de mano não surtiram efeito deixando a partida com o mesmo placar que acabou na etapa inicial. Dedé teve a melhor oportunidade de mexer no placar, quando sibiu mais alto que todo mundo e cabeceou para o gol de Cássio, mas a bola não entrou, passando muito perto da meta corintiana. Jair ainda acionou Araos, que recebeu dois cartões amarelos e foi expulso, já nos acréscimos.

 

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data e Hora: 10/10/2018 – 21h45
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO)
Público/renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Henrique, Egídio e Thiago Neves (CRU), Léo Santos e Jadson (COR)
Cartões vermelhos: Araos, aos 47’/2º (COR)
Gols: Thiago Neves (45’/1ºT) (1-0)

 

ESCALAÇÕES

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Ariel Cabral e Henrique; Robinho, Thiago Neves (David, aos 36’/2ºT) e Rafinha (Rafael Sobis, aos 43’/2ºT); Barcos (Raniel, aos 29’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Ralf; Romero, Jadson (Emerson Sheik, aos 35’/2ºT), Mateus Vital (Araos, aos 22’/2ºT) e Clayson (Pedrinho, aos 15’/2ºT). Técnico: Jair Ventura.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.